22/11/2012 - SEGURANÇA PÚBLICA Polícia Civil conclui inquérito da morte de candidato a vereador em Rondonópolis

 

A Polícia Judiciária Civil concluiu o inquérito policial do assassinato do candidato a vereador João César Domingos da Silva, 35, ocorrido no município de Rondonópolis, no dia 19 de setembro deste ano. Os autos foram encaminhado à Justiça nesta quarta-feira (21.11), com o indiciamento de Matheus Michel dos Santos Silva, 18 anos, com pedido de prisão preventiva do acusado preso temporariamente, desde o dia 27 de outubro deste ano. O inquérito policial foi finalizado com 310 laudas.
 
O procedimento de ato infracional do menor I.F.J, 17 anos, está em trâmite no Juizado da Infância e Juventude de Rondonópolis, que deverá encerrar antes dos 45 dias da internação provisória, cumprida no dia 28 de outubro. A sentença pela internação definitiva poderá ser de 1 a 3 anos.
 
De acordo com o delegado Claudinei Lopes, no inquérito policial foram juntadas  várias provas testemunhais, materiais, técnicas e pericias, coletadas com apoio do núcleo de inteligência da Delegacia Regional de Rondonópolis.  As provas confirmam a versão apresentada no depoimento do adolescente. O menor relatou, em detalhes, à Polícia Civil, todos os detalhes da trama criminosa para roubar e matar a vítima. O depoimento foi colhido na presença de uma tia e do promotor de Justiça plantonista do dia.
 
O laudo do confronto balístico entre a arma de fogo apreendida com o menor e o projétil localizado próximo ao corpo da vítima deu positivo. Isso, segundo o delegado, confirma a aquisição prévia do revólver calibre 38  para a consumação do roubo e a execução da vítima, para não serem descobertos.
 
Segundo as investigações, Matheus constantemente saia com a vítima e recebia entre R$ 100 a 200 reais. Ele também tinha conhecimento que a vitima teria recebido R$ 10 mil de um colaborador de sua campanha eleitoral. Então planejou junto com o menor o assalto ao servidor público. Mas de acordo com as apurações, a vítima recebeu apenas R$ 2 mil e efetuado pagamento de cabos eleitorais, permanecendo apenas com R$ 200,00.
 
O delegado Claudinei Lopes indiciou o suspeito Matheus Michel dos Santos por latrocínio (roubo seguido de morte) com penas de 20 a 30 anos. O adolescente de 17 anos cumprirá medida de internação de até 3 anos.
 
O suspeito Matheus está na Cadeia Pública de Rondonópolis e o menor foi encaminhado ao Centro Socioeducativo do município
 
Participaram das investigações os policiais civis da Delegacia Regional Marcelo Bezerra, Adeildo Barbosa, Fábio Mussalém e Dinalice o investigadores da Delegacia da Vila Operária Atila Neves, Márcio Ferreira, o escrivão da Vila Operária Leonardo e Marcão de Primavera do Leste. .
 
Assessoria/PJC-MT