22/11/2014 - Vice-prefeito diz que Pedro Taques vai voltar a PM para antigo posto fiscal do Pontal

A falta de policiamento no antigo posto fiscal de Pontal do Araguaia, divisa de Mato Grosso e Goiás, continua repercutindo e causando mal-estar até mesmo político para o governador Silval Barbosa, pois a Polícia Militar (PM) que mantinha uma guarnição ali deixou o local no dia 13/11.  

O vice-prefeito de Pontal do Araguaia, Valmir Farias (PPS), entende que o governo pode intervir e voltar a PM para o antigo posto fiscal pelo fato de ser uma divisa de estado e informou que o deputado federal eleito Fábio Garcia (PSB) tem o compromisso de pedir essa providência ao governador eleito Pedro Taques a partir de janeiro de 2015. 

Valmir lamentou que a decisão da Secretaria de Fazenda do Estado de Mato Grosso (Sefaz) de tirar a PM do antigo posto fiscal prejudica a segurança pública da região porque deixa desguarnecida a divisa do estado e a ligação de três municípios.

A retirada da PM foi anunciada pelo coronel Eddie Metelo alegando que a Sefaz orientou que o policiamento fosse removido para onde está o posto fiscal hoje no Jardim Piracema e que a obrigaçãod e fazer policiamento no antigo posto fiscal é da Polícia Rodoviária Federal (PRF) pelo fato de ser uma rodovia federal.

“Eu não tenho como ajudar nesse momento, mas a partir de janeiro conversei com Fábio Garcia e vamos atuar junto ao Pedro Taques para voltar a PM e convidar a PRF para montar uma base de apoio no pátio do antigo posto fiscal”, completou.

Na quinta-feira, Silval esteve em Pontal do Araguaia, mas não falou sobre a falta de policiamento no antigo posto fiscal e o prédio que era Sefaz foi entregue pelo governador a prefeitura de Pontal para um centro de atendimento ao turista. A idéia é colocar uma base policial, todavia essa medida vai demorar e enquanto isso a divisa de Pontal e Barra do Garças continua sem policiamento.

Quem também se pronunciou sobre esse assunto foi o vereador Leandro da Auto Escola. Ele acredita que uma saída para o problema seria a instalação de um semáforo. “Eu tenho a informação que um diretor do DNIT autorizou a prefeitura a colocar um semáforo ali”, disse.

No entendimento da parlamentar um sinaleiro com de um minuto para Barra e Aragarças por causa do fluxo de veículos e trinta segundos para o Pontal.

 

Ronaldo Couto