22/12/2015 - Novo ministro quer idade mínima de 65 anos para aposentadoria

A nova equipe econômica vai apresentar uma proposta polêmica de reforma naPrevidência no próximo ano. Apontada como uma das medidas prioritárias pelo ministro Nelson Barbosa, durante a teleconferência com investidores nacionais e estrangeiros, as mudanças nas regras de aposentadoria serão levadas aoCongresso ainda no primeiro semestre de 2016.

O governo pretende igualar as regras de tempo de contribuição entre homens e mulheres e criar a idade mínima para a aposentadoria. Deste modo, para ter direito ao benefício será necessário comprovar 35 anos de contribuição e 65 anos de idade, no mínimo.

Atualmente, as regras são diferentes para homens e mulheres, sem idade mínima. Os homens podem ser aposentar com 35 anos de contribuição e as mulheres com 30 anos. Segundo o INSS (Instituto Nacional doSeguro Social), em média, os segurados atingem o tempo de contribuição necessários aos 53 anos. Com a imposição de 65 anos de idade, os segurados terão que adiar em 12 anos o sonho da aposentadoria.

O presidente da Cobap (Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas), Warley Martins, criticou a posição do governo. A entidade junto com as centrais sindicais participa do fórum criado este ano para discutir alternativas para as contas da Previdência.

— O governo sempre aperta a corda no pescoço do trabalhador. Agora a conversa é que para salvar a economia precisa sacrificar os trabalhadores e os aposentados. Idade mínima é uma injustiça com o trabalhador que começou cedo no batente, ele vai ter que contribuir por 50 anos agora.

A mudança na regra de contribuição para a aposentadoria terá que passar pelo Congresso. Em 2015, o governo conseguiu aprovar a regra 85/95, que substituiu o fator previdenciário no cálculo do benefício. Pela regra do fator previdenciário, o valor integral do benefício sofria um redução de acordo com a idade do trabalhador e a expectativa de vida na data da aposentadoria, a perda chegava a 40%.

Na fórmula 85/95, o trabalhador não tem a aplicação do fator, porém, para ter direito à aposentadoria é necessário que a soma da idade e do tempo de contribuição seja igual a 85 para as mulheres e 95 para os homens. O governo também determinou uma série de atualizações na regra até chegar no limite 90/100, a chamada progressividade na fórmula 85/95.

— A progressividade na regra 85/95 já foi uma derrota muito grande para os trabalhadores, mas teve uma vantagem que foi acabar com o fator previdenciário que era muito ruim. Agora vir com a idade mínima é muito complicado. Os parlamentares não podem deixar passar uma coisa dessas. Os trabalhadores e aposentados vão protestar. 

 

 

R7

Comentários

Data: 22/12/2015

De: PAULO ARRUDA

Assunto: A QUADRILHA DA DILMA

CADA SAFADO Q A DILMA ESCOLHE PARA SER MINISTRO É SEMPRE PARA FUDER COM NÓS TRABALHADORES, Q NÃO SOMOS CULPADOS DA CORRUPÇÃO DESSES MALDITOS POLITICOS Q ÃCABARAM COM O PAIS, E AGORA ESSA SAFADA DA DILMA JUNTO COM SEUS COMPARSAS QUEREM ACABAR DE FUDER COM NÓS TRABALHADORES JÁ PENSOU Q PROPOSATA RIDICULA DESSE BARBOSA,CADÊ NOSSOS DIREITOS,SINDICATOS Q NÃO VEEM UMA AMEAÇA DESSA CONTRA NÓS,AS VEZES EU PENSO ATÉ Q ELES PENSAM Q NÓS SOMOS LIXOS Q SÓ SERVIMOS PARA PAGAR CONTA DESSES BANDOS DE LADRÕES,Q CULPA TEMOS DO PAIS ESTÁ AONDE ESTÁ, ESSE ROMBO Q A TAL DILMA TANTO FALA FOI ELA Q GASTOU NA POLITICA PASSADA,ESSA SAFADA JÁ ACABOU COM O NOSSO PIS,FGTS,SEGURO DESEMPREGO E AGORA QUER ACABAR COM AS NOSSAS FUTURAS APOSENTADORIAS,E COBRAR CPMF PARA Q NÓS PAGUEMOS O ROMBO DEIXADO POR ELES ISSO É REVOLTANTE,TEMOS Q NOS UNIR E BOTAR PRÁ FORA A FORÇA ESSA QUADRILHA DA DILMA!!!

Data: 23/12/2015

De: Maria

Assunto: Re:A QUADRILHA DA DILMA

A culpa é nossa que elejemos essa quadrilha. Desde 2005, com a descoberta do Mensalão, sabemos que o objetivo da turma e roubar o dinheiro público e mesmo assim votamos em Lula, em Dilma...Alguém tem que pagar a conta....

Data: 22/12/2015

De: Joao

Assunto: De jeito nenhum

Isso nao pode ser aprovado de maneira alguma. O trabalhador já paga impostos demais. Agora o governo ainda quer que ele MORRA sem se aposentar. Safadeza e imoralidade. Nao devemos permitir isso de maneira alguma.

Novo comentário