23/02/2011 08h:14 Daltinho aposta em "brecha" do STF e tenta assumir na AL

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio de Mello, que determinou a posse de um suplente do partido ao invés da coligação, motivou o ex-deputado estadual de Barra do Garças, Adalto de Freitas (PMDB), a impetrar agravo instrumental no Tribunal de Justiça de Mato Grosso na tentiva de ocupar uma vaga na Assembleia Legislativa.

O parlamentar está em Barra do Garças e adiantou que consultou o seu partido sobre o assunto e decidiu recorrer diante da ‘brecha’ que a legislação está dando. De acordo com o ministro Marco Aurélio, ao término de uma eleição, as coligações se desfazem e, com isso, a vaga de suplência como também o mandato pertencem ao partido.

Caso isso se confirme, Daltinho assumiria a vaga ocupada pelo suplente Emanuel Pinheiro (PR), que está no lugar de Teté Bezerra (PMDB), indicada para a Secretaria de Turismo.

Na segunda-feira, o ministro Marco Aurélio concedeu liminar e determinou que a mesa diretora da Câmara dos Deputados empossasse o suplente Severino de Souza Silval (PSB) em substituição ao deputado pernambucano Danilo Cabral, do mesmo partido. Para o ministro, a vaga deixada pelo titular é da legenda, e não da coligação, como tem determinado a Câmara. Danilo deixou o mandato para assumir a Secretaria das Cidades no governo de seu estado.

Em Cuiabá, Emanuel Pinheiro já acendeu a luz de alerta e procurou a direção estadual do PR para intervir contra a pretensão de Daltinho através do governador Silval Barbosa e do deputado federal Carlos Bezerra.

"Eu avisei o partido sobre a minha decisão se existe esse precedente vamos aguardar a decisão da Justiça”, adiantou. O peemedebista está empolgado com a possibilidade de assumir mesmo porque para corrigir o fato do Vale do Araguaia ficar sem ninguém no governo ou na Assembléia Legislativa.

Daltinho aproveitou essa visita para dizer que é pré-candidato a prefeito em Barra do Garças pelo PMDB. Para tanto ele aposta no trunfo de ter o apoio do governador Silval Barbosa e vai buscar o entendimento dos demais partidos que apoiaram o peemedebista. Além de Daltinho, surgiram outros nomes na cidade como Wanderlei Farias (PR), Roberto Farias (PP) e Eduardo Moura (PPS).

De Barra do Garças - Ronaldo Couto