23/02/2011 08h:19 Secretário do Centro-Oeste debaterá desenvolvimento regional em MT

CUIABÁ, RONDONÓPOLIS, SINOP E CÁCERES ESTÃO NA AGENDA DE VISITA

O secretário nacional de Desenvolvimento do Centro-Oeste, Marcelo Dourado, terá audiência com o governador Silval Barbosa (PMDB), este mês, para discutir obras e ações prioritárias no Estado, além de empreendimentos industriais e comerciais que necessitem de créditos para iniciar suas atividades.

Ele também estará visitando Rondonópolis, Sinop e Cáceres e se reunirá com prefeitos com a finalidade aproximar o Governo Federal  dos entes municipais. Para as lideranças políticas do Estado, esta será a oportunidade de estabelecer o primeiro encontro com o responsável pela secretaria nacional, vinculada ao Ministério da Integração Nacional.

Até o momento, não há um cronograma oficial com datas e horários das visitas em Mato Grosso. A agenda de atividades está sendo organizada pelo deputado federal Valtenir Pereira (PSB-MT). Segundo o parlamentar, a ida de Marcelo Dourado para o Estado não tem apenas por objetivo a busca por recursos. "Temos ações importantes que podemos realizar em Mato Grosso e esse contato nos permitirá maior aproximação no que se refere à liberação de recursos, por exemplo, como do FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste), créditos para facilitar investimentos, asfalto, além de uma outra série de questões", declarou.

Marcelo Dourado é do PSB do Distrito Federal e esta será a primeira viagem a Mato Grosso na condição de chefe da secretaria nacional. Ele está no cargo desde o início da gestão da presidente Dilma Roussef, quando foi designado para substituir Carlos Henrique Menezes Cabral. "A aproximação facilitará o encaminhamento das demandas", acrescentou Valternir.

Na estrutura do Ministério da Integração Nacional, a Secretaria de Desenvolvimento do Centro-Oeste tem como responsabilidade a elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento dessa região. A SCO cumpre, ainda, papel de responsável por programas e ações na macrorregião do Centro-Oeste, promovendo uma gestão compartilhada sob as diretrizes da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). (Da Redação com Só Notícias)