23/02/2012 Vasco aproveita erro incrível de Deivid, bate o Fla e vai à final da Taça Guanabara

Quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012. Aos 35 minutos do 1º tempo, o atacante Deivid, do Flamengo, recebe a bola de Léo Moura dentro da pequena área e sem marcação. Oportunidade perfeita para colocar o time da Gávea na frente do Vasco durante a semifinal da Taça Guanabara disputada no Engenhão. De forma inacreditável, o camisa 9 erra a passada e acerta a trave. O gol perdido de forma incrível marcou a vitória do Vasco por 2 a 1 sobre o rival e a queda do Fla no torneio.

O lance deixou atônito todos que acompanhavam o jogo e passou a ser o termômetro de uma emocionante decisão. Após o revés, o Rubro-Negro ainda tentou se encontrar, criou chances, mas não teve forças para impedir a virada do Vasco. O time de São Januário se classificou para a decisão do primeiro turno. O adversário será Botafogo ou Fluminense, que se enfrentam nesta quinta-feira, às 21h. Alecsandro e Diego Souza marcaram os gols da semifinal. Vagner Love descontou com belo gol.

O jogo mal começou e o Flamengo saiu em vantagem. Aos 2, Vagner Love recebeu bola na entrada da área e aproveitou o fato de Ronaldinho confundir a zaga vascaína para driblar Fagner e abrir o placar. O golaço empolgou os rubro-negros, que partiram com tudo para o ataque. Inicialmente dominado, o Vasco buscava se reorganizar e trabalhar a posse de bola.

Aos poucos, a empolgação inicial diminuiu. As equipes erravam passes, mas Juninho aproveitou espaço proporcionado pela defesa do Flamengo para arriscar um chute com efeito. O goleiro Felipe rebateu nos pés de Alecsandro. O atacante empurrou a bola para o fundo da rede e empatou a partida.

 partir daí, sequências de boas jogadas e oportunidades claras de gol para os dois times. Livre, Juninho era o mais perigoso do Vasco. Vagner Love se destacava pelo Flamengo, sempre acompanhado de perto pelo zagueiro Dedé, que ganhou a maioria das disputas. Os goleiros evitaram que o placar fosse ampliado.

Além disso, o gol incrível perdido por Deivid não permitiu a mudança no marcador. Ao deixar o gramado, ele comentou brevemente. “Foi o gol mais perdido da minha vida”, disse. O atacante teve o seu nome gritado pela torcida do Vasco e também foi aplaudido pelos rivais até ser substituído. Abatido, deixou o gramado aos 15 do 2º tempo.

Os times passaram a segurar mais a bola e atacar apenas “na boa”. Com as substituições feitas, Diego Souza foi o responsável por levar o Vasco à final da Taça Guanabara. Aos 32, Kim cruzou e Fagner apareceu pelo meio para cabecear. Felipe espalmou para o lado e Diego Souza aproveitou o rebote para virar o jogo e iniciar a festa vascaína na Quarta-Feira de Cinzas.

Comentários

Data: 23/02/2012

De: Fernando

Assunto: Tadinho do Megão

Nossa o mengo perdeu de virada fiquei com peninha, mas o Vasco mereceu não espediçou a chance.

Vascoooooooooooooooooooooooooooooooo

Novo comentário