23/02/2013 - Mesmo baleado, tatuador recebe mensagem de ameaça em hospital

O tatuador Alfeu Paula Souza de Oliveira, 31 anos, baleado no rosto em Barra do Garças foi removido para Goiânia onde fará uma cirurgia corretiva na mandíbula. A transferência também foi solicitada pela família temendo que o tatuador possa sofrer um novo atentado a bala. Na mesma noite que foi baleado, quarta-feira (20), segundo a família, Alfeu recebeu uma mensagem no telefone perguntando ‘se ele ainda estava vivo’. O tatuador estava dentro do hospital. 

Alfeu mora em Uberlândia, Minas Gerais, veio a Barra do Garças participar de uma audiência no Fórum onde disputa a guarda da filha de seis, que está hoje com a mãe, a ex-mulher Maibe Biame Mamede Hube, 21 anos, presa como suspeita de ser a mandante da tentativa de homicídio contra o tatuador. 

Alfeu tinha saído da audiência e estava na porta do hotel quando passaram dois motoqueiros e efetuaram o disparo contra ele. A mãe do tatuador informou que viu na sequencia uma segunda moto e que Maibe estaria na garupa desta moto. 

Após diligências, os policiais militares encontraram Maibe no bairro Jardim Piracema e lhe deram voz de prisão. Ela ainda tentou dissuadir a guarnição negando o envolvimento do suspeito Kleiton Maçal de Albuquerque, dizendo que teria deixado seu filho na casa dele no mesmo bairro sob os seus cuidados durante toda tarde, porém o avô do suspeito que mora com ele desmentiu a informação e declarou que seu neto e a suspeita Maibe saíram no final da tarde do mesmo dia em duas motocicletas Honda CG pretas, reconhecidas pela vítima. 

Os policiais também conseguiram desmentir outra informação falsa passada pela suspeita que afirmou também que o suspeito Cleiton havia ido trabalhar neste dia, porém, na empresa em que o suspeito trabalha, o supervisor afirmou que haviam quinze dias que ele Kleiton não aparecia no serviço, fato que confirmou mais uma vez sua participação no crime. De volta ao Pronto Socorro, os PM’s procuraram mais informações com a vítima que afirmou que o autor do disparo contra ele seria realmente o suspeito Kleiton que é namorado da suspeita Maibe, sua ex-esposa. 

O suspeito Kleiton continua foragido e a suspeita Maibe foi conduzida em flagrante acusada de ser a mandante da tentativa de homicídio e entregue juntamente com uma das motocicletas utilizadas no crime na delegacia municipal.

O casal se conheceu em Barra do Garças em 2008 onde tiveram uma filha e Alfeu Alega que não consegue nem ver a filha. A mãe do tatuador conta que o filho antes de ser baleado contou que estava jurado de morto pela ex-mulher.

 

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário