23/04/2013 - CONFRESA: Gaspar fecha prefeitura, "some do mapa" e segue ganhando R$ 20 mil

A Prefeitura de Confresa (a 1.149 quilômetros de Cuiabá) está fechada desde o último dia 5 de abril. O fechamento foi determinado pelo prefeito reeleito Gaspar Lazzari (PSD), que “sumiu do mapa” após assinar o decreto suspendo todas as atividades do Executivo. A reabertura do Paço Municipal está prevista somente em 5 de junho.

 

Apesar do fechamento da prefeitura, Gaspar segue recebendo o salário de R$ 20 mil, recém aprovado pela Câmara Municipal. Além disso, os vereadores também concederam ao prefeito o direito de usufruir de diárias superiores a R$ 2 mil.

 

Segundo a vereadora Marli Lima (PDT), que lidera a oposição, Gaspar desapareceu sem apresentar justificativa para o decreto que suspendeu as atividades da prefeitura. Além disso, a vice prefeita Agenora Morais da Silva (PT), conhecida como Professora Ge, também optou por não assumir a chefia do Executivo durante a ausência do titular. “Confresa está sem comando. O prefeito viajou sem dar satisfação para ninguém. Os rumores que circulam entre o funcionalismo é que o decreto serviria para conter despesas, mas não houve nenhum comunicado oficial”, lamenta.

 

 

Marli ainda afirma que a ausência do prefeito agravou a situação de calamidade em Confresa. Conforme a vereadora, os servidores da Educação e Saúde paralisaram as atividades devido ao atraso dos salários. “A cidade está suja. Existem atoleiros em plena área central. O asfalto está se deteriorando e não temos chefe do Executivo para, pelo menos, tentar resolver os problemas”, enfatiza.

 

De acordo com Marli, o prefeito também se recusa a prestar contas do exercício 2012. As contas de 2011, apesar de apresentarem irregularidades graves como superfaturamentos e inexistência de documentos comprobatórios, foram aprovadas pelos sete vereadores da base governista.

 

Dos 11 vereadores por Confresa, somente quatro não compõe a base do prefeito Gaspar Lazzari. Além de Marli, atuam como oposição: Jean Carlos (PMDB), Leonardo Sandes (PPS), e Nilzo (PSC).

Confresa, conforme o censo IBGE/2010, possui pouco mais de 25 mil habitantes. O município tem uma economia baseada na agricultura, pecuária e comércio.

 

Outro lado

Gaspar não foi localizado para explicar o decreto que suspende as atividades da Prefeitura de Confresa pelo período de 60 dias. O celular funcional está fora da área de cobertura ou desligado. Até a publicação desta matéria, os telefonemas não foram retornados.

 

Escrito por Jacques Gosch

Comentário

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário