23/04/2015 - Polícia Civil de Vila Rica prende família de pistoleiros que atuava em MT e Pará

23/04/2015 - Polícia Civil de Vila Rica prende família de pistoleiros que atuava em MT e Pará

A Operação “Sicários” foi coordenada pelo Delegado de Polícia Gutemberg de Lucena Almeida e contou com a participação dos policiais civis lotados na Delegacia de Vila Rica com apoio da PM.

 

Através da Operação "Sicários Vila Rica" a Polícia Judiciária Civil do município de Vila Rica prendeu, nesta terça-feira (21) três homens suspeitos de executarem três pessoas em homicídios ocorridos entre os meses de março e abril deste ano.

A Operação “Sicários” foi coordenada pelo Delegado de Polícia Gutemberg de Lucena Almeida e contou com a participação dos policiais civis lotados na Delegacia de Vila Rica e apoio da Polícia Militar do município.

Foram presos Paulo Junior dos Santos Pinto, conhecido como ‘Junin’, Leandro Silva Carvalho, conhecido como ‘Leandrin’ e Jadson Roberto dos Santos Pinto, conhecido como ‘Jadin’. Segundo a Plícia Civil, os três são integrantes de uma organização criminosa que atua com pistolagem na região Sul do Pará e atualmente estavam atuando em Vila Rica.

Ainda segundo a polícia os presos são conhecidos como “Família do Tezinho”, sendo primos e irmãos que aterrorizavam a região de Santana do Araguaia e Vila Mandi no sul do Pará, a quem são atribuídos uma série de outros homicídios na região. A Polícia Civil de Mato Grosso aguarda informações da polícia do estado do Pará sobre a quantidade e modo de ação dos criminosos na região.

Em Vila Rica, os homicídios ocorreram nos dias 02 de março de 2015, vítima Edmilson Miguel (Tatá), dia 29 de março de 2015, vítima Antônio (Neguim) e dia 13 de abril, semana passada, a vítima foi Cleodomir Souza Machado (Tumiro), todos executados com vários tiros no rosto.

Em buscas na propriedade rural, que a ‘Família Tezinho’ usava como base de apoio, foram encontradas 06 munições calibre 38 e 12 munições calibre .40, além de balaclavas (Gorro), coldres e roupas táticas supostamente utilizadas na prática de crimes.

Além de indiciados nos homicídios, os suspeitos foram autuados em flagrante delito pelos crimes de posse irregular de munição de uso permitido e de uso restrito, além de organização criminosa.

As prisões efetuadas na Operação ‘Sicários Vila Rica’, uma semana após o último homicídio, fazem parte de uma primeira etapa das investigações que prossegue sob o comando do Delegado Titular de Vila Rica, Dr. Gutemberg de Lucena Almeida.

O delegado Gutemberg explicou que as prisões dos suspeitos aconteceram uma semana após o último homicídio e fazem parte da primeira etapa da investigação que prossegue sob o seu comando, além de agradecer a participação da Polícia Militar na operação.

“A operação Sicários desencadeada pela Polícia Civil em Vila Rica, com apoio da Polícia Militar, veio de forma rápida não só reprimir a atuação dessa família de pistoleiros na região, como prevenir a ocorrência de outras possíveis mortes por encomenda, que tem, em geral, como ponto de partida, conflitos agrários e acertos financeiros na aquisição de posses”, disse o delegado.

“Graças a coesão do trabalho policial hoje comemoramos o Dia da Polícia com a prisão dos mais temidos pistoleiros do Sul do Pará e Nordeste do Mato Grosso”, completou.

Participaram da operação os policiais civis Nilton Robertino Regis, Neide Dalva Bernardes, Flávio André Ornellas, Edenir Paulista, Dhiego Ribas e Augusto Renato Magri coordenados pelo delegado Gutemberg de Lucena, com apoio de policiais militares comandados pelo Tenente Jefferson Mascarenhas.

Sicários

Sicários faz alusão a um termo utilizado na Roma Antiga como eram conhecidos assassinos mercenários que recebiam valores para praticar crimes de morte.

 

Rafael Trindade

com Assessoria da PJC-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário