23/04/2016 - Welington Fagundes declara voto pela admissibilidade do impeachment de Dilma

23/04/2016 - Welington Fagundes declara voto pela admissibilidade do impeachment de Dilma

Indicado para integrar a comissão especial que analisará o processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, o senador Wellington Fagundes (PR-MT) manifestou-se pela admissibilidade do processo, mas que não tem uma posição formada sobre o mérito da questão.

"Não vou aqui me submeter às pressões daqueles que querem a antecipação do voto, até porque seremos julgadores. O juiz não pode antecipar o seu voto — disse nesta sexta-feira (22), em Plenário, referindo-se ao fato de que, votada a admissibilidade, o Senado terá seis meses para julgar se Dilma cometeu ou não crime de responsabilidade".Na avaliação de Wellington Fagundes, o Senado precisa dar uma resposta rápida à população.

Segundo a Agência Senado, ele defendeu ainda "nós temos pressa porque esse processo não pode ficar perdurando e a população na incerteza e o cidadão que está desempregado, ele quer uma solução para este país. Então, acredito que, dentro de uma semana, estaremos votando. Vamos votar, sim, pela admissibilidade, porque politicamente o país já está maduro para isso — disse.

Universidade

Fagundes também elogiou a decisão do governo de criar Universidade Federal de Rondonópolis a partir do desmembramento da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Projeto de lei com esse objetivo será votado pelo Congresso.

— Esse é um desejo de toda a comunidade de Rondonópolis, que é uma cidade polo que hoje conta com mais de 200 mil habitantes. Outras vinte cidades estão ao seu redor e toda a região congrega hoje cerca de 600 mil moradores, que, em breve, passarão a contar com uma instituição de ensino superior à altura de toda a região sul de Mato Grosso.

 

 

 

Agencia do Senado

Comentários

Data: 24/04/2016

De: Luis Gonzaga Domingues

Assunto: Traidor do Wellington Fagundes

A Imprensa brasileira sempre foi canalha uma das grandes culpadas das condições do país, mais do que as forças que dominam politicamente , é nossa imprensa.Nossa imprensa é lamentavelmente ruim. E não quero falar da televisão que já nasceu covarde. Millôr Fernandes.
Estudei minha vida inteira e trabalhei com minha família como e scravo em Cachoeira do Sul -RS e jamais conseguimos ficar ricos. Também trabalhei em várias empresas particulares que os donos ficaram ricos desonestamente através da sonegação de impostos ou até roubando de outros empresários de São Paulo, Paraná e Santa Catarina para abastecer seu supermercado e matavam gados de fazendas alheias para alimentar seu comércio. Posso dizer que sou um velho, mas jamais encontrei alguém que tenha ficado rico honestamente. Aliás, os pobres também sabem disso! Gostaria que alguém me desse uma fórmula mágica para que eu consiga melhorar a minha vida. Peço ao senhores uma ideia? Procure me responder o rápido possível.

Novo comentário