23/05/2012 - Chuva causa transtorno na BR-163 e motoristas passam a madrugada atolados

A chuva que caiu na noite de domingo, 20, na região de Castelo do Sonho, sul do estado do Pará, trouxe transtorno aos motoristas que trafegam na rodovia. Esperando pelo tão prometido asfaltamento da rodovia, dezenas de veículos ficaram madruga toda na espera de ajuda para que os veículos fossem retirados em meio à lama. A rodovia ficou interditada tanto sentido Mato Grosso (Guarantã do Norte), bem como, estado do Pará - Castelo do Sonho.

 

Foram três horas de espera até o dia amanhecer, quando homens e máquinas que trabalhavam na pavimentação da rodovia puderam auxiliar na remoção dos veículos e só assim os motoristas seguiram viagem.

 

A população paraense acredita que a obra de pavimentação asfáltica da BR-163 será concluída ainda este ano; pelo menos até a região de Castelo do Sonho, Novo Progresso e distrito de Moraes de Almeida.

 

No ano passado, ao fazer balanço da Rota da Integração, o governador Silval Barbosa previu que a pavimentação da BR-163 da divisa de Mato Grosso e Pará até Santarém estará concluída até o final de 2012. Ele percorreu cerca de 900 km da rodovia em território paraense e foi possível ver inúmeras máquinas, caminhões e homens trabalhando na pavimentação ao longo da rodovia federal.

 

A Cuiabá-Santarém é corredor de integração nacional e seu projeto nasceu no governo do presidente Juscelino Kubitscheck. Ela é parte de uma grande rodovia longitudinal que interliga o Rio Grande do Sul ao Pará cruzando Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. O trecho  Cuiabá a Santarém, tem um total de 1,7 mil quilômetros. A parte mato-grossense está quase toda pavimentada. Já a parte paraense há uma estimativa que 40% dos trechos estão sem asfalto.

 

Ediney Menezes
de Peixoto de Azevedo

Foto: Peixoto Online

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário