23/05/2016 - Lutador Cowboy é recepcionado no palácio pelo cheikh de Abu Dhabi

23/05/2016 - Lutador Cowboy é recepcionado no palácio pelo cheikh de Abu Dhabi

O professor e lutador de jiu-jitsu Mário Edson Oliveira (Cowboy), foi destaque no Mundial de Jiu-Jitsu disputado entre os dias 19 e 24 de abril em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O canaranense lutou em três categorias, sendo uma delas na especial, em que os lutadores possuem alguma deficiência física. E foi justamente essa condição que tocou o coração do cheikh de Abu Dhabi, Mohammed Ben-Zayed, que convidou Cowboy e o seu oponente na final para visitar o palácio da família real, no mesmo local em que dias antes esteve o presidente dos EUA Barack Obama.

“Agradecemos ao cheikh e dissemos que era uma honra a gente estar ali. Ele nos respondeu que a honra era dele e que a gente não tinha noção do bem que tinha feito ao seu país”, contou Mario. Por conta de casamentos de parentes, Abu Dhabi tem muitos casos de pessoas com deficiência. Eles verem pessoas especiais lutando mostra que todos podem ter uma vida normal. Ainda mais lutando jiu-jitsu, um esporte que eles amam e tem em todas as escolas.

Ah, os resultados. Bom, Cowboy lutou em duas categorias com atletas normais, mas não chegou à final. Na categoria especial, que foi realizada pela primeira vez em um mundial, Mário ficou campeão.


Cowboy perdeu a perna esquerda em um acidente de trânsito há alguns anos, porém isso não o impediu de praticar o esporte, de lutar em competições e de ensinar crianças e adultos em sua academia, localizada em Canarana.

Mario agradeceu aos patrocinadores: Clinica da Família, Orto Life, Prefeitura Municipal na pessoa do secretário de esportes André Maciel, Caramuru, Sinhá, Grupo Ferrari, KMZ Kimonos, Rural Brasil e Bayer. (DR).

 

Jornal O Pioneiro

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário