23/06/2012 - Incêndio destrói hotel que alojava mais de 80 hóspedes em Aripuanã

 

Um incêndio ocorrido durante a madrugada desta sexta-feira,22, assustou moradores de Aripuanã, no extremo Noroeste de Mato Grosso, e destruiu totalmente o Hotel Vila Rica, localizado em frente a Secretaria Municipal de Infraestrutura, no bairro Cidade Baixa. No hotel estavam alojados mais de 80 funcionários da empresa Egelte Engenharia que presta serviços no município de Aripuanã. Móveis e aparelhos eletrônicos, roupas e documentos foram atingidos pelo fogo, que teve início em um dos cômodos do estabelecimento.
 
O hóspede Antonio Francisco relatou que o fogo começou por volta da 1 hora. Ele foi o primeiro a perceber as chamas. “Escutei barulhos e um enorme calor próximo ao meu quarto, levantei assustado e quando vi que era fogo, acordei todos avisando que saíssem de imediato do local. Infelizmente não tivemos tempo de salvar nossos objetos pessoais” contou.
 
Não houve feridos, mas as chamas que atingiram mais de 20 metros de altura ameaçando invadir casas vizinhas levaram cerca de duas horas para serem controladas. “Materiais de limpeza e uma enorme quantidade de papeis ajudaram o fogo a se propagar” relatou Antonio.
 
Tumulto e gritarias chamaram a atenção de toda a vizinhança. Um vizinho que mora ao fundo, viu o estabelecimento em chamas e avisou a Polícia Militar que compareceu ao local para auxiliar e manter a integridade de todos.
 
De acordo com outros hóspedes, o sistema de prevenção de incêndio do prédio não funcionou tornando impossível apagar o fogo. Consequentemente tiveram que recorrer ao carro-pipa que demorou aproximadamente 50 minutos para chegar ao local. Vários populares ajudaram na retirada de pessoas e de materiais das casas próximas.
 
Segundo Elesnildo Feitosa, gerente geral da Egelte Engenharia, a empresa já está providenciando um novo alojamento para seus funcionários. “Nós lamentamos muito o ocorrido e agora vamos procurar outro estabelecimento para alojar o pessoal o mais rápido possível” garantiu.  
 
Ainda não se sabe o que causou o incêndio, por enquanto suspeita-se que o fogo tenha começado após um curto circuito na fiação do prédio que era antigo e todo de madeira. A investigação sobre as possíveis causas do incêndio, ficará a cargo da Polícia Civil.
 
Top News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário