23/07/2011 - 08h:00 Policiais civis não voltam ao trabalho e 'boicotam' o Festival de Inverno

Nem mesmo a decisão proferida pelo desembargador Guiomar Teodoro Borges, que determinou nesta quinta-feira a suspensão imediata da paralisação da greve dos agentes e escrivães da Polícia Judiciária Civil, conseguiu brecar a mobilização. O presidente do Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso(Siagespoc), Cledison Gonçalves, declarou por meio de nota oficial, que a greve deve continuar no Estado. Além disso, no site da categoria há um chamamento para que os profissionais que foram ‘convocados’ para trabalhar durante o Festival de Inverno de Chapada dos Guimarães, ‘boicotem ‘ o evento e não compareçam para trabalhar.

A greve na Polícia Civil foi retomada no dia 20, depois que o governo do Estado apresentou uma proposta de reajuste salarial de R$ 100 para os agentes e escrivães, que consideraram a proposta ‘indecente’. A multa para o sindicato pelo descumprimento da decisão judicial foi estipulada em R$ 20 mil por dia.

 

Da Redação - Laura Petraglia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário