23/07/2011 - 08h:15 Depoimento da namorada será crucial para elucidação

Os depoimentos de Bianca Nayara, de 19 anos, namorada do jornalista Auro Ida, 53, executado na noite desta quinta-feira com cinco tiros, e do irmão dela, serão cruciais para elucidação do caso. Uma fonte ligada à família do repórter esteve com a jovem pela manhã e ela contou com detalhes como acorreu o assassinato.

Bianca teria relatado que ela, Auro e o irmão, haviam acabado de chegar do Shopping. O irmão dela desceu do carro, entrou na casa, e eles permaneceram dentro do veiculo conversando. Segundo informações, a garota confirmou que a abordagem foi feita realmente por um só homem, que estava numa bicicleta e que bateu no vidro e mandou que ela entrasse, com a arma apontada para eles.

Tão logo ela desceu do carro em direção ao portão ela escutou três tiros e quando entrou em casa, ouviu mais dois. Bianca teria ficado dentro da residência por pelo menos 15 minutos, com medo de sair. Segundo a mesma fonte, teria chamado atenção a ‘segurança’ e desenvoltura com que o criminoso manuseava a pistola 380.

O crime aconteceu no bairro Jardim Fortaleza, em Cuiabá. A hipótese de crime passional veio à tona já que Bianca estava separada há três meses, e de acordo com vizinhos o homem não aceitava o fim do relacionamento.

O jornalista Auro Ida, 53, era um dos mais experientes setoristas da cobertura dos bastidores da política mato-grossense e, atualmente, também colunista do site Olhar Direto. Ida é filho de agricultores que plantam soja em Lucas do Rio Verde, na região do Médio Norte de Mato Grosso.

Ele se formou em Jornalismo em 1981, na Universidade Federal do Paraná, e chegou em Cuiabá em 23 de abril de 1982 para trabalhar no jornal Correio da Imprensa. No final de 82, ele voltou para Naviraí, em Mato Grosso do Sul, para reencontrar os pais, onde ficou por oito meses.

Contudo, o Jornalismo falou mais alto e ele retornou para Mato Grosso em1983 para trabalhar na Rádio Industrial de Várzea Grande, depois foi para Câmara de Cuiabá ser coordenador de imprensa no órgão. Em 1989 foi para Jornal O Estado de Mato Grosso e, posteriormente foi para o jornal A Gazeta, por onde ficou por muitos anos.

Então, recebeu um convite para ser secretário de Comunicação do ex-prefeito Roberto França. Após deixar o cargo retornou ao Jornal Gazeta, de onde saiu para ser novamente secretário de Comunicação, mas desta vez na Câmara de Cuiabá. Ele também foi fundador do site Midia News e por último, era articulista do site Olhar Direto e consultor político.

 

Da Redação - Laura Petraglia

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário