23/07/2011 - 08h:40 "O Auro me disse que estava sofrendo ameaças", diz Riva

Deputado sugere que sigilo telefônico de jornalista seja quebrado; ele não acredita em crime passional

O deputado José Riva (PSD), presidente da Assembléia Legislativa, afirmou que o jornalista Auro Ida, assassinado nesta madrugada, relatou que estava sofrendo ameaças por conta de reportagens que apurava.

"Aí tem coisa. Não acredito nessa tese de crime passional. Há um mês ele me comentou isso. Disse que recebeu uma ameaça por telefone por causa de sua atividade jornalística", disse Riva.

Riva, que era amigo de Auro desde 1994, quando se elegeu deputado pela primeira vez, disse que irá solicitar máximo rigor na apuração do caso. "Acho que precisa quebrar o sigilo telefônico dele e ir a fundo nas investigações. Um crime assim, de tamanha brutalidade, não pode ficar impune", disse.

Boletim de ocorrência

Ao irmão de Riva, o ex-prefeito de Juara, Priminho Riva, Auro também fez comentários nesse sentido. "Ele falou isso e eu pedi para ele tomar cuidado e procurar a polícia para fazer um boletim de ocorrências. Mas ele disse que isso não resolveria nada e que sempre fez reportagens polêmicas e que continuaria assim", disse.

Priminho também afirmou que não acredita em crime passional..

 

DA REDAÇÃO

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário