23/07/2014 - Em nota, Jayme se pronuncia sobre sua desistência

Na tarde desta terça-feira o senador Jaime Campos anunciou sua renuncia à candidatura de reeleição ao cargo.


Segundo ele, falta unidade na coligação Coragem e Atitude para Mudar, ele disse ainda, que seu sentimento é de desconforto.

Em carta  enviada à imprenssa  Jaime afirma que “ Integrantes de alguns partidos e determinadas lideranças não agiram de forma ética e não se comportaram como aliados.”

Campos é filho de político e iniciou sua carreira pela Arena, quando ajudou o irmão Júlio Campos em campanhas eleitorais.

Ele foi eleito em 1982 prefeito de Várzea Grande, em 1990 governador e  atualmente cumpre seu mandato como senador da República. Com a declaração de hoje, deixa livre sua cadeira no senado para o próximo mandato.

"Sempre fiz política valorizando os companheiros, e foi desta forma que me empenhei para consolidar a composição política em torno do nome do senador Pedro Taques como candidato ao Governo do Estado e dos nossos candidatos a deputado estadual e federal, mas, dentro desse arco de aliança, infelizmente, a recíproca não foi verdadeira"

Jaime disse ainda que a decisão foi tomada com serenidade, em conjunto com a família, amigos e correligionários. “Entendi que o melhor caminho seria retirar minha candidatura ao Senado da República.” Afirma.

 

GRACIELLE SOARES

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário