23/07/2016 - Polícia Civil prende 4 por execução de irmãos em Nova Monte Verde

23/07/2016 - Polícia Civil prende 4 por execução de irmãos em Nova Monte Verde

O latrocínio que vitimou dois irmãos em uma fazenda em Nova Monte Verde foi esclarecido pela Polícia Judiciária Civil com a prisão de quatro pessoas. Integrantes de uma quadrilha especializada em roubos, que atuava em Alta Floresta e região, foram identificados como autores do crime. Segundo a Polícia, as vítimas foram executadas por terem visto os rostos dos assaltantes.

Os suspeitos Alison Oliveira Gomes, 20, o “Maradona” e André Aparecido dos Santos, 30, conhecido como “Bere”, tiveram os mandados de prisão cumpridos, na segunda-feira (18.07). No mesmo dia, o menor W. S. D. A., 17, foi apreendido em um flagrante de furto. Na noite de quarta-feira (20), o último integrante do grupo criminoso, Alisson Luiz Oliveira do Amaral, 20, o “Batata”, também teve a prisão cumprida.

O crime que vitimou os irmãos Patric Ronaldo Wons, 26, e Pablo Renan Wons, 20, aconteceu no dia 29 de junho, na propriedade rural da família, no distrito de São José do Apuy, em Nova Monte Verde. Os corpos foram encontrados pelo pai das vítimas, em um quarto da fazenda, com disparos de arma de fogo na cabeça e escondidos embaixo de um colchão.

Segundo o pai, os filhos saíram para ir até a propriedade da família por volta das 16 horas. Com a demora dos irmãos para retornar, o pai foi até a fazenda procurar os filhos e logo na entrada encontrou o retrovisor de uma caminhonete quebrado.

De acordo com as investigações, o grupo responsável pelo latrocínio vinha praticando roubos na região, especialmente nos municípios de Nova Monte Verde, Apiacás, Paranaíta e Alta Floresta e antes de praticar o crime, a quadrilha havia assaltado outra fazenda na zona rural de Paranaíta, onde fizeram uma mulher e uma criança como vítima.

No local, eles determinaram que a vítima indicasse onde estavam as armas da propriedade, que foram subtraídas junto a outros pertences, entre eles uma caminhonete S-10, utilizada na fuga dos suspeitos. No caminho, o grupo resolveu praticar o novo crime e se dirigiu até o distrito de São José do Apuy, onde entraram na fazenda dos irmãos, acreditando que o local estava vazio.

Quando deixavam a propriedade, levando duas armas de fogo, perceberam a chegada dos irmãos que foram rendidos e executados, unicamente por terem visto o rosto dos assaltantes. O grupo fugiu para Alta Floresta, onde abandonou o veículo S-10 roubado, apreendido posteriormente por policiais militares.

Com base nas investigações, a equipe da Polícia Civil chegou a identificação dos suspeitos que tiveram as prisões temporárias representadas pelo delegado de Nova Monte Verde, Israel Pirangi dos Santos.

O suspeito, André Aparecidos dos Santos, havia sido preso em flagrante por furto e porte ilegal de arma de fogo em Alta Floresta, no dia 13 de julho e teve a prisão temporária cumprida, na segunda-feira (18) pela participação no latrocínio. No mesmo dia, o seu comparsa, Alisson Oliveira Gomes teve o mandado cumprido.

O menor, W.S.D.A. suspeito de vários furtos nos municípios de Paranaíta e Apiacás, foi apreendido, na quarta-feira (20), em razão de um furto ocorrido em um motel, em Alta Floresta. Ele foi ouvido e encaminhado ao Ministério Público. O último integrante do bando, Alisson Luiz Oliveira do Amaral foi localizado, na noite de quarta-feira (20) e teve a ordem judicial cumprida.

Segundo o delegado regional, Rodrigo Bastos da Silva, os suspeitos se reuniram de comum acordo para praticar os roubos na região e as investigações seguiram com objetivo de identificar cada um dos envolvidos no latrocínio. “O objetivo das investigações era chegar ao esclarecimento do crime com a desarticulação total e prisão de todos os responsáveis”, destacou.

 


André Aparecido, Alisson Amaral e Alison Oliveira tiveram mandados de prisão cumpridos
(Foto: Divulgação/Polícia Civil de Mato Grosso)

 

Assessoria Policia Civil

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário