23/08/2013 - Três disputam o controle do PT; todos com Silval

A direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) apresentou as três chapas inscritas para a disputa do Processo de Eleição Direta (PED) de 2013, marcado para ocorrer no dia 10 de novembro deste ano. A sigla terá dois nomes para a eleição a presidente. São eles: Willian Sampaio, que disputa a reeleição pelo grupo Mato Grosso Quer Mais e Melhor, e o sindicalista Robinson Ciréia da corrente O Trabalho e que representa a chapa Terra e Cidadania.

 
A terceira chapa não possui nome para presidência, é liderada pelo ex-presidente do PT em Várzea Grande, Lázaro Donizetti, e denominada Força do Interior. Sampaio destaca que o importante é trabalhar a unidade da sigla e estimular ao máximo a participação dos filiados de todas as regiões.
 
A unidade do partido foi colocada em primeiro lugar pelo deputado Ademir Brunetto, que chegou a ensaiar lançar seu nome para a disputa pela presidência da legenda, mas preferiu aderir a chapa encabeçada por Sampaio. O parlamentar ressaltou que é necessário pensar no coletivo e destacou seu projeto de disputar a reeleição para deputado estadual.
 
Assim como Brunetto, a ex-vereadora Enelinda Scala do grupo Militância Socialista também aderiu a chapa de Mato Grosso Quer Mais e Melhor.
 
Candidato à reeleição, Willian Sampaio reforçou que o projeto da sua chapa defende que o PT tenha candidato ao governo do Estado, buscando manter a aliança que dará sustentação ao projeto de reeleição da presidenta Dilma Roussef (PT).
 
"O PT já aprovou em resolução partidária e vamos levar a mensagem para toda nossa base partidária de apostar na candidatura do juiz Julier Sebastião da Silva, que já esteve no partido e conhecemos o DNA petista que corre nas veias dele. Este é um nome mais amplo que pode congregar mais partidos, inclusive os que já fizeram convites a ele para se filiar", afirmou Sampaio em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (22).
 
Uma novidade no processo de eleição do PT este ano é a participação da mulher. Pela primeira vez, as direções da sigla terão paridade entre homens e mulher, por isso, outro trabalho que deverá ser realizado pela legenda é de estimular a participação feminina também nas disputa eleitorais.
 
Sobre os possíveis nomes para a disputa da eleição proporcional, Willian destacou os do ex-vereador por Cuiabá Lúdio Cabral (PT) e do secretário de Estado de Educação, Ságuas Moraes, para deputado federal. Já para a disputa por cadeiras na Assembleia Legislativa, o presidente da sigla ressaltou a busca por lideranças no interior, como o vereador de Barra do Garças, Kiko, que está no segundo mandato, além do ex-prefeito de Juína, Altir, vereador por Rondonópolis, Mauro Campos, e o parlamentar Ivan de Várzea Grande. Há ainda na capital os nomes do vereador Alan Kardec e da Jusci Ribeiro, que trabalha com o projeto Luz Para Todos.

 

 

Redação 24 Horas News

Comentários

Data: 28/08/2013

De: O ELEITOR

Assunto: PT

Coitados do PT de São Félix e do Mato grosso..como vcs vão arrumar a cagada de sua presidenta na região..ate o cargo local do partido vide INCRA voces não tiveram competencia para assegurar imagina a politica e as mentiras que vcs vão soltar na região com todas as mentiras de seus partidarios aqui na região todos conhecem vcs..nunca houve uma atuação de nada que voces fizeram nessa região..só palanque de mentiras de aloprados da capital vem aqui e mentem e as ações não acontecem..a vão se catar bando de parasitas!!!

Data: 26/08/2013

De: PT SANFA.

Assunto: APOIO

Valeu Willian, é isso ai Companheiro temos que pensar em um PT sólido e principalmente fortalecido, só assim podemos voltar a ter um PT mais forte.

Novo comentário