23/09/2014 - Delegado está na Bolívia em busca de pistas sobre sequestro

O delegado Gilson Silveira, da Polícia Judiciária Civil de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste de Cuiabá), está na Bolívia, desde a madrugada de domingo (21), em busca de informações sobre o roubo do avião modelo King Air, prefixo ATY, pertencente à candidata do PSD ao Governo de Mato Grosso, Janete Riva.

A aeronave foi roubada no começo da tarde de sábado (20), quando a candidata fazia campanha eleitoral na cidade. O piloto Evandro Rodrigues de Abreu e o copiloto Rodrigo Frais Agnelli foram levados juntos.

Gilson Silveira viajou para o país vizinho de carro, acompanhado de dois agentes, mas ainda não revelou detalhes das investigações.

O delegado Felipe Leoni, também da Polícia Civil, que está em Pontes e Lacerda, disse à reportagem que está sem comunicação com a equipe que está na Bolívia.

“Não temos contato com o Gilson, desde a saída dele, no domingo. O sinal telefônico na região é muito ruim e, por enquanto, isso nos impede de saber como estão as investigações", disse. 

Segundo ele, não há novas informações sobre o roubo da aeronave em Pontes e Lacerda. No aeroporto local, não há testemunha ocular do roubo. “Essa falta de informações dificulta muito nas buscas”, disse. 

Caminhonete

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron), da Polícia Militar,também está ajudando nas buscas com três equipes.

Sem nenhuma pista de onde o avião pode ter aterrissado, as forças policiais montaram equipes de apoio para realizar as buscas nas comunidades, no entorno da fronteira, que tenham pista de pouso. 

O comandante adjunto do Serviço de Área da Fronteira do Gefron, sargento Sidney Rangel, afirmou que três equipes estão mobilizadas pelas buscas nos municípios de Porto Espiridião e Pontes e Lacerda e na localidade de Coricha. 

“Não temos permissão para entrar na Bolívia, porém estamos vasculhando áreas do entorno da fronteira que tenham pista de pouso. Não temos pistas concretas de quem tenha participado desse crime, até porque não é comum os bandidos levarem a aeronave com pilotos juntos”, disse o sargento. 

Quanto à notícia de que um veículo, tipo caminhonete de cor preta, estaria dando cobertura para os bandidos no momento do rapto, o sargento Rangel afirmou que todas caminhonetes com as mesmas características estão sendo revistadas. 

“Foi passado para nós que uma caminhonete estaria no apoio aos bandidos, mas, por enquanto, o crime é muito recente e as pistas são poucas. A informação de que é uma caminhonete teria dado apoio ou passou nas proximidades, mas aqui na fronteira nenhum carro suspeito foi encontrado”, afirmou. 

A Polícia Federal, que também foi acionada e está com uma equipe na busca de pistas, informou que, até esta segunda-feira (22), ninguém havia sido localizado. 

A equipe comandada pelo delegado da Polícia Federal, Jesse James, por enquanto, está levantando as informações junto com os políticos e funcionários do aeroporto de Pontes e Lacerda. 

A linha de investigação não foi repassada por conta da falta de provas. 

O caso

O avião em que viajava a candidata ao Governo, Janete Riva (PSD), foi sequestrado no início da tarde deste sábado (20), em Pontes e Lacerda.

A aeronave, da marca King Air, prefixo ATY, foi levada junto com dois pilotos, por volta das 12h40.

A candidata chegou ao município, a bordo do avião, às 8 horas. Após participar de reuniões e carreata no município, Janete e seu marido, José Riva (PSD), mais a equipe política, seguiram de volta ao aeroporto, para seguir viagem rumo à Vila Bela da Santíssima Trindade.

Foi quando souberam que a aeronave, modelo C 90, fabricado em 2006, havia sido sequestrada.

A suspeita é que os sequestradores a levaram para a Bolívia, para ser usada no tráfico de cocaína.

 

 

Max Aguiar 
Da Redação

Comentários

Data: 23/09/2014

De: F J L

Assunto: FJ L

TINHA QUE LEVAR P/ BOLIVIA SO JANETE E RIVA PORQE AERONAVE E DO ESTADO DE MT SE DEIXAR US DOIS AQUI ELES VAI RANCAR MAIS AVIAO DO ESTADO

Data: 23/09/2014

De: KKKKKKK

Assunto: KKKKKKKK

LADRAO Q ROUBA LADRAO TEM 100 ANOS DE PERDAO.

Novo comentário