23/09/2016 - Homem é morto após marcar encontro com adolescente

A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) de Rondonópolis (212 km ao Sul) esclareceu, na quarta-feira (21), um latrocínio que teve como vítima um homem de 57 anos.

O caso foi registrado como desaparecimento, mas nas investigações da DHPP foi constatado que o adolescente L.V.F.S., 16 anos, e D.H.S.J, 35, tramaram para roubar e matar a vítima.

As investigações começaram na segunda-feira (19), quando o irmão da vítima procurou a delegacia para comunicar o desaparecimento de P.R.M. Imediatamente policiais da DHPP iniciaram as diligências para conseguir informações que indicassem o paradeiro da vítima.

Em buscas no notebook pessoal de P.R.M., os investigadores descobriram que a vítima havia marcado, através das redes sociais, um encontro amoroso como o adolescente L.V.F.S., momentos antes de ser visto pela última vez. Com a informação, policiais chegaram ao endereço do menor, que foi localizado no momento em que saía da escola.

Questionado, o adolescente confessou que se encontrou com a vítima para um programa em parceria com D.H.S.J. Em uma primeira versão, o menor contou que a vítima havia sido morta pelo comparsa, mas que ele não tinha participado da execução e que só ficou sabendo do homicídio no outro dia pela manhã.

O menor indicou o local onde o corpo foi deixado, nas imediações da Rodovia MT-270, após a ponte do Rio Vermelho. O corpo estava às margens da rodovia, encoberto com roupas de cama.

Durante as diligências, os policiais receberam a informação de que o veículo Gol roubado da vítima foi utilizado em um roubo, realizado na terça-feira (20). O veículo foi localizado na manhã de terça-feira (21), no bairro Vila Mineira, em Rondonópolis.

O menor foi conduzido à delegacia. Ouvido em declarações, acompanhado dos seus responsáveis legais, ele alterou a versão, confessando que praticou o latrocínio junto ao comparsa. Na segunda versão, o menor deu detalhes sobre a execução, contando que a vítima foi estrangulada com uma faixa, após ter sido desacordada com um golpe “mata leão”.

Segundo o adolescente, desde que começou as conversas com a vítima, o intuito era marcar um encontro para roubar a vítima. Após ser ouvido, o menor foi autuado em flagrante pelo ato infracional de latrocínio. O segundo suspeito possui passagens anteriores pela Polícia e estava em liberdade condicional por monitoramento de tornozeleira eletrônica, mas rompeu o dispositivo.

As investigações estão em andamento para localizar o segundo suspeito, que continua foragido.

 

 

 

 

Midia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário