23/10/2015 - Motorista que causou acidente com duas mortes tinha 4 vezes mais álcool no sangue que ‘permitido’

23/10/2015 - Motorista que causou acidente com duas mortes tinha 4 vezes mais álcool no sangue que ‘permitido’

O motorista Nicholas Guerra, 23 anos, envolvido no acidente na avenida do CPA (Historiador Rubens de Mendonça), nas proximidades do Hospital Otorrino, que terminou com a morte dele e da cuidadora de idosos, Ivonete Madalena Magalhães Silva, tinha 23,34 dg/l de álcool no sangue. O valor é quase quatro vezes maior que o necessário para ser crime (6 dg/l). Além das duas vítimas fatais, uma pessoa ficou ferida em estado grave e outras duas conseguiram escapar.
 
De acordo com o delegado da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito  (Deletran), Jefferson Dias, o exame toxicológico apontou que o motorista tinha 23,34 dg/l de álcool no sangue. Jefferson explicou que o valor é muito alto e que, para ser crime, seriam necessários apenas 6 dg/l, conforme o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro. O valor é quase quatro vezes maior que o permitido.
 
O velocímetro da Amarok, que Nicholas dirigia, travou em 100 quilômetros por hora, o que indica que a velocidade era ainda maior, segundo informações do delegado Romildo Grota Júnior, da Deletran (Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito). Uma das rodas do veículo chegou a sair e ficou perto do ponto de ônibus. A picape só parou cerca de 100 metros do local onde as vítimas foram atropeladas.
 
Imagens de câmeras de segurança mostraram que antes do acidente, o motorista havia se envolvido em uma confusão com um taxista. Sem conseguir pagar o prejuízo, ele acabou fugindo. Alguns metros depois, Nicholas acertou dois postes e um ponto de ônibus onde estavam duas pessoas. Uma morreu e a outra foi levada ao Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá em estado grave. Outras duas pessoas que estavam na ‘rota’ da caminhonete conseguiram escapar.
 
O caso
 
Um grave acidente no dia 03 de outubro, na avenida do CPA (Historiador Rubens de Mendonça) deixou duas pessoas mortas. O condutor do veículo, identificado como Nicholas Guerra, 23 anos, colidiu com dois postes, após perder o controle do veículo em uma curva próxima ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea). O carro ainda bateu contra um ponto de ônibus. Além do motorista, morreu também a cuidadora de idosos, Ivonete Magalhães, 50 anos.

 

 

 

Da Redação - Wesley Santiago

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário