23/11/2012 Produtores apelam para ficar e prefeito desafia Governo a prender 7 mil

 

Ao som do Hino Nacional Brasileiro, centenas de alunos carregando cartazes e bandeiras do Brasil se posicionaram para receber as autoridades que participaram na manha desta quinta-feira, 22.11, da vistoria in loco a área da Gleba Suiá Missú, alvo de disputa entre produtores rurais e índios xavantes, no norte Araguaia. As crianças representaram as Escolas de Educação Básica Nova Suiá e Presidente Tancredo de Almeida Neves ambas de São Felix do Araguaia, e a Escola Municipal Infantil e Fundamental Boa Esperança de Alto Boa Vista. No manifesto, faixas e cartazes com pedidos de justiça e apelos pela permanência das famílias no local que ocupam há mais de 30 anos. 

 

O prefeito de São Félix do Araguaia, Filemon Limoeiro foi um dos mais enfáticos:  protestou contra o que chamou de arbitrariedade com que as famílias estão sendo tratadas e fez um desafio latente: “Quero que o governo decrete a prisão das 7 mil pessoas que moram aqui, só assim teremos como tratar dessas pessoas, porque dentro da cadeia o Governo é obrigado a dar café, almoço, janta e um teto”, desabafou. 

 

Conforme o cronograma, as autoridades desembarcaram às 8h30 na pista de pouso, dentro do distrito, de onde decolaram para a vistoria da aérea. No reconhecimento, as autoridades sobrevoaram a área da Suiá Missú, observaram a produção cultivada pelos produtores e as benfeitorias instaladas no local. No sobrevoo, os parlamentares acompanhados da Procuradora Regional Federal da Advocacia Geral da União, Adriana Maia Venturini, fizeram questão de percorrer a área do Parque Estadual do Araguaia, ofertado pelo Governo de Mato Grosso em permuta para o deslocamento dos indígenas.     

 

Concluída a vistoria, as autoridades se reuniram com as mais de 4,5 mil pessoas que aguardavam pelo encontro. Os trabalhos foram dirigidos pelo coordenador da Comissão Externa Federal deputado Wellington Fagundes (PR) e pelo coordenador da Comissão Externa Estadual deputado Baiano Filho (PMDB). As discussões tiveram início com o desabafo do presidente da APROSUM Renato Teodoro que questionou a presença da Policia Federal e de tropas do Exército na gleba. 

 

“Aqui nós temos famílias trabalhadoras, mandar destacamento do exército com armas, armas para quem, para trabalhadores; aqui o governo federal nunca deu uma cesta básica, nunca chegou um PRONAF, o programa luz para todos não chega até aqui, aqui quem faz é o povo; o estatuto da criança e do idoso não se aplica a nós, aqui somos desrespeitados, estamos pedindo clemência”, categorizou Renato. 

 

O presidente da Famato, Rui Prado hipotecou o apoio da federação aos produtores da Suiá Missú e cobrou a aprovação da PEC 215 que garante autonomia ao Congresso Nacional para legislar sobre a demarcação das terras indígenas. 

 

Segundo a procuradora Regional Federal da Advocacia Geral da União, Adriana Maia Venturini, era forte a necessidade do Governo Federal em conhecer in loco o local da disputa. “Tínhamos muitas informações fornecidas pelo Ibama, Funai, Incra, Governo de Mato Grosso mas precisávamos ver de perto, então sobrevoamos a área da gleba e o parque ofertado para a permuta e retornaremos com esse relatório para a presidência”, afirmou a procuradora. 

 

Para o deputado Federal Nilson Leitão (PSDB) a Funai  é responsável por incitar a discórdia entre indígenas e produtores. “Enquanto não trabalharmos a regularização fundiária vamos continuar nas mãos da Funai , nessas terras nunca foi registrado um único conflito a convivência entre índios e brancos aqui sempre foi pacifica até a Funai  trazer a discórdia, e é o depoimento desses caciques que fazemos questão de levar até a presidente da Funai”, concluiu Leitão. 

 

O deputado Estadual Baiano Filho agradeceu o apoio da bancada federal, dos deputados estaduais e em especial a dedicação do deputado José Riva e o empenho do governador Silval Barbosa. “Já fomos onde era possível e impossível na defesa dos produtores, trabalhamos para mostrar a veracidade dos fatos, mas sua presença aqui no Araguaia é muito importante, pois é você quem vai voltar para a presidência da república será a porta voz das famílias que aqui produzem, e depois de ver a união da classe política por essa gente, peço aos moradores que permaneçam em suas propriedades mas que o façam com muita disciplina e cabeça fria”, frisou Baiano. 

 

Encerrando o encontro, o deputado Federal Wellington Fagundes fez um apelo aos moradores do Posto da Mata para deixem suas paixões políticas de lado e que se unam em prol de um bem maior. “Agora nossa paixão não é política, nossa paixão é garantir o sossego da nossa gente, aqui não tem mais bandeira política somos um só, continuem resistindo com serenidade e confiantes, e peço aos prefeitos da região que se mobilizem conosco”, concluiu Wellington. 

 

Nayara Martins | em colaboração

Comentários

Data: 03/12/2012

De: Do povo

Assunto: Bispo

Tu és tão idiota, que o bispo não é italiano ele é espanhol. E outra o bispo não tem culpa do que está acontecendo no posto da mata.

Data: 27/11/2012

De: De: Leitor B. Araguaia

Assunto: suia missu terra abençoada

Respeito muito o bispo com a sua santidade, mas é um italiano que veio ao Brasil se desfarsado de pasificador de ovelha; mas com o objetivo de defender territorio brasileiro para enterece internacional, é um mero cidadão de intigençia subtimavel, mas com natureza de terrorista, com poder suficiente para fazer até presidente da republica e dos orgaõs suprior tremer nas bases governamentais obedecendo sua ideologia. Do outro lado a funai junto com demais entidades da esfera federal e hongs insitada por interece não brasileiros elabora planos de implantar a miséria no Brasil, talvez no amanhã ira falfar o pão na mesa do ser humano brasileiro. Em meio a modernização movido por tecnologia, faz saber que sem produzir a materia prima não industrializa alimentos a não ser criar um plano alimentar natural a exemplo daqueles países mas pobre do territorio Africano onde vemos nos jornais mas importante do Brasil e do mundo seres humanos alimentando de: grilos, gafanhotos, minhocas, calangos entre outros insetos. parece ser vergonhoso para o conceito social de quem mora num país rico,em todos os aspectos vermos num futuro proximo a sociedade brasileira passar por essa situação; entendo que essa pode ser a diferencia ideologica de cada pessoa, mas é lamentavel o poder de inteligecia e formação tecnica cientifica do judiciario e executivo federal entenda e aceite que esse projeto de expanção de area indigena desistruturando produtores de pequeno medio e grande porte da pecuaria agrcultura entre outras sejam obstruido, sabemos que para nosso sustento de certa forma contribui com a economia deste país.














Data: 26/11/2012

De: Fechem os olhos e sigam os que lhes guia

Assunto: Suiá Pluma

Já que é uma área de que muitas pessoas serão prejudicadas, façamos um acordo... Proponha dividir toda essa área por todos que forem atingidos, dividir entre partes iguais aos moradores do distrito...
Se São Félix do Araguaia tem 10600 habitantes, ABV 5000, 60% da população destes municipios estão em suas sedes, Posto da Mata terá 7000?
Estão manipulando a massa popular com mentiras... e querem mudar a opinião publica com falsas provas.
Os donos das grandes áreas moram em Goiania, Cuiabá, São Paulo.
Os moradores do distrito, que não passam de 300, são meros funcionários desses grileiros de terra.
Ninguém lembra da Operação Pluma de 2009?
Quando não se tá com a verdade é mais fácil desqualificar os que a têm... não fechem os olhos meu povo... não se submetam aos senhores da grilagem de terra...

Data: 26/11/2012

De: Xavante dono das terras

Assunto: Re:Suiá Pluma

Sabias palavras meus amigos, quando citam que o povo brasileiro é IGNORANTE, realmente podemos escrever e comprovar isso com o que esta acontecendo nesse momento. Apenas os retardados tapados não conseguem ver que os grandes estão manipulando a massa contra a legislação brasileira, só gente ignorante mesmo não encherga, que esses movimentos não passam de políticas fora de época. Esse impasse vem acontecendo ha mais de 30 anos porque só agora eles resolveram visitar a área ? Porquê antes não viram que estava sendo errado e intervieram por essas pessoas? Simples, porque antes não interessavam a eles, e quando esses grandes latifundiários invadiam e vendiam direito de posse dentro de uma reserva indigina eles disseminavam que nimguem tirariam eles da área. Sou morador do Araguaia a mais de 30 anos, e sempre foi bem claro que essa área era dos xavantes, entendo que muitos serão prejudicados, mas na verdade poucos serão beneficiados se os posseiros ganharem essas terras.

Data: 26/11/2012

De: leitor: do B. Araguaia 12/11/2012

Assunto: Re:Re:Suiá Pluma

xavantes dono das terras , Re: suia pluma, somos seres humanos,todos precisam produzir alimentos, para cuidar de nossos filhos; esqueçe a ideologia entereceira da funai e das hongs, com certeza essas organizações nunca te explicou o que é latifundio, ser latifundiario é possuir 25 mil hetares por familia,abra teu olho seja mas inteligente em seus argumentos; o assentamento Mãe Maria com 25 mil hetares colocou 500 familias .

Data: 26/11/2012

De: leitor: do B. Araguaia 26/11/2012

Assunto: Re:Re:Suiá Pluma

xavantes dono das terras , Re: suia pluma, somos seres humanos,todos precisam produzir alimentos, para cuidar de nossos filhos; esqueçe a ideologia entereceira da funai e das hongs, com certeza essas organizações nunca te explicou o que é latifundio, ser latifundiario é possuir 25 mil hetares por familia,abra teu olho seja mas inteligente em seus argumentos; o assentamento Mãe Maria com 25 mil hetares colocou 500 familias .

Data: 26/11/2012

De: PATRAO

Assunto: Re:Suiá Pluma

O SEU IDIOTA,VC ACHA QUE A PF,FECHOU O INQUERITO DA OPERÇAO PLUMA,ATE HOJE ELE ESTA ABERTO E SABE PORQUE,PORQUE SE ELA FECHAR O INQUERITO ELE TEM QUE DIZER NINGUEM DEVIA NADA,E SO VC OLHAR NO P.A.MAE MARIA A FUNAI DIZ QUE NUNCA TEVE INDIO E DO OUTRO LADO DA RODOVIA TEVE,A PROCURADORIA DA REPUBLICA DIZ QUE NO P.A.MAE MARIA OS DOCUMENTOS SAO BONS E DO LADO DA RODOVIA SAO FALSOS E DESLOCADOS,SE TODOS TEM ORIGEM NAS MESMA MATRICULA, POR ISSO VAI SE INFORMAR PRIMEIRO, DAS COISAS,BLS.

Data: 01/12/2012

De: sandra

Assunto: indios e brancos por suiá-missú

quando conseguir ficar sóbrio, refaça seu comentário com lucidez. ou ofereça sua casa para divisão.

Data: 26/11/2012

De: alguem

Assunto: preucupada com os indios e os produtore rurais

eu descordo quando o deputado federal,nilson leitao,fala que a cupa de tudo que esta acontecencedo e da funai,me desculpe deputado mas a maior cupa e dos governo que vem esses anos todos apoiando esses produtores e sabendo que essa terra tinha dons entao so agora vcs querem colocar a culpa nos indios e funai,nao estou devendedo e nem culpando ninguem,mas parram pra pensar que sao os maiores culpados

Data: 25/11/2012

De: jovair mendonça

Assunto: confiança

Que fiquem unidos , só assim vcs vão ter força para lutar com o governo !

1 | 2 >>

Novo comentário