25/11/2013 - Promotoria de Justiça de São Félix do Araguaia realizou reunião na cidade de Luciara para discutir a criação da Reserva Ambiental (Atualizada)

25/11/2013 - Promotoria de Justiça de São Félix do Araguaia realizou reunião na cidade de Luciara para discutir a criação da Reserva Ambiental (Atualizada)

Moradores de Luciara-MT (1.167 km a Nordeste de Cuiabá) reuniram sexta-feira (22/11), para discutir a criação ambiental às 09:00 horas da manhã no auditório da Universidade Federal de Mato Grosso (UNEMAT), além do Dr. Lysandro Alberto Ledesma; Promotor de Justiça Substituto de São Félix do Araguaia - MT, também  presente  na reunião o Dr. Wilson Procurador da República que prestou esclarecimentos a respeito da criação da reserva e Dr. Lysandro Alberto Ledesma, Promotor de Justiça Substituto da Comarca de São Félix do Araguaia – MT, atendendo a solicitações da população, representantes, retireiros e proprietários interessados na área. A área poderá ser marcada como reserva ambiental.

 

A proposta iniciou-se na monografia de um estudante da UFMT que na oportunidade reivindicou 35 mil hectares, mas o tamanho da área agora é maior. O processo está em andamento e pode ser homologado a qualquer momento. Caso seja efetivada a homologação reivindicada pelo Instituto os 110 mil hectares, 50% das terras de Luciara ficarão comprometidas, inviabilizando economicamente o município.

 

Dr. Wilson Procurador da República, prestou esclarecimentos a respeito da criação da reserva. Em uma RDS pode-se - segundo o artigo 20 da Lei do SNUC: incentivar a visitação pública, a exemplo do turismo nos lagos, desde que compatível com os interesses locais e de acordo com o disposto no Plano de Manejo da área; a pesquisa científica voltada à conservação da natureza, à melhor relação das populações residentes com seu meio e à educação ambiental, a exploração de componentes dos ecossistemas naturais em regime de manejo sustentável e a substituição da cobertura vegetal por espécies cultiváveis, desde que sujeitas ao zoneamento, às limitações legais e ao Plano de Manejo da área. A criação de uma RDS visa conservar a diversidade biológica e os recursos naturais utilizados pelos beneficiários da unidade de conservação – no caso as comunidades tradicionais. Por meio dela garante-se a estas populações tradicionais que seus territórios guardem as condições para manutenção e melhoria dos seus modos tradicionais de vida, seja em seus aspectos culturais, econômicos ou sociais, associados ao bem estar ecológico. E ainda disse que sua visão como ser humano é contra os 198 mil hectares, que a reserva pode ser menor do que o Presidente da Associação dos Retireiros   do Araguaia Rubem vem lutando para adquirir.

O principal objetivo da reunião foi impedir a implantação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) criar uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS), na qual a vegetação seria protegida, permitindo apenas atividades agroextrativistas

 

Segundo informações da PF, supostos posseiros que ocupam a área da União cujo destino deverá se tonar uma RDS temem ser expulsos da região a exemplo do ocorrido com os antigos fazendeiros de Suiá Missú, os quais foram despejados em uma operação de desintrução, coordenada pela Polícia Federal, realizada com apoio da Polícia

 

 A reserva Extrativista ou Reserva de Desenvolvimento sustentável (RDS), é onde a área seria utilizada apenas para a agricultura de subsistência e na criação de animais de pequeno porte. Os moradores da cidade estão preocupados.

 Durante a reunião vários retireiros, produtores rural e a população pronunciaram uns se colocando contra outros a favor da reserva.

 

O retireiro Carlos Roberto Pereira Araújo comprou a posse da terra em 1971, em 1989 comprou o título da propriedade, e, em 1991 a matrícula foram revogada, que as suas posses são as mais antigas de Luciara/MT. Que a família Sales colocaram todos os retireiros dentro das posses, se houver algum grileiro este é o senhor Rubens, é por isso que sou contra a criação da reserva.

 

José Aparecido Sousa, radialista de Alto Boa Vista/MT, é contra a criação da reserva, e teme que aconteça o mesmo que aconteceu ao povo de Alto Boa Vista/MT.

 

Raíza Souza Matos, advogada e moradora, é contra a criação da reserva, porque a população não precisa da reserva não necessidade desta criação desta reserva, pois nunca houve qualquer poluição ao meio ambiente por parte dos retireiros, estando desta forma dentro da lei ambiental.

Fausto Azambuja, bacharel em direito, apoia os retireiros sendo contra a criação da reserva, pois a área existe a mais de 50 anos não precisando desta forma de auxílio de Instituto Mendes para ajudar, já que os títulos das propriedades existem. A Luciara não quer a reserva o povo de Luciara não quer a reserva.

Irene Maria Rocha Santos, vice prefeita de Alto Boa Vista/MT, é contra criação da reserva, porque eu perdi minha terra em Estrela do Araguaia que foi desapropriada para criação da reserva indígena Marawatiséde.

Noé Hakiwi Kuady, indígena da Aldeia São Domingos, é contra a criação da reserva porque sabe que há muito tempo essa área é utilizada pelos retireiros.

 

Rusley Alves Luz, vereador, é contra a reserva porque 98% dos moradores de Luciara/MT não quer reserva, não é contra a família Sales, e, sim contra a reserva.

 

Nivaldo Levino Oliveira, vereador de Alto Boa Vista-MT, é morador de Alto Boa Vista/MT, observou que 90% dos moradores da cidade de Luciara/MT são contra a criação da reserva, desta forma observa que a reserva é não é viável para esta região, sendo contra a criação da reserva.

 

Rui Prado, representante da FAMATO, se posicionou-se contra a criação da reserva, que a União e o Estado deveria estar aqui fornecendo os títulos de propriedade.

Dra. Maria José Souza Moraes, representante dos direitos humanos da prelazia posicionou a favor da criação da reserva sustentável.

Rubem Taverny Sales Presidente da Associação dos Retireiros   do Araguaia popularmente conhecido como Rubão, defendeu-se das acusações feitas contra a sua pessoa.

Dr. Ricardo, representando o deputado Nilson Leitão, disse ser contra a criação da reserva, assim, como o deputado posiciona-se.

 

Dra. Daniela Caetano de Brito, advogada, como advogada do retireiros posicionou-se contra a criação da reserva, inclusive já pleiteou ação junto ao Fórum da Comarca de São Félix do Araguaia/MT, dizendo ainda que o Procurador da República é a minoria porque o povo não que a criação da reserva, o povo que aqui se encontra já vieram de outras áreas onde foram criadas reservas.

Aluízio Viana Dary, representante da associação dos fazendeiros, posicionou-se neutro, pois na sua concepção o que está faltando é bom senso da população e dos órgãos competentes.

 

Kedima Teixeira Luz, moradora, não está contra o Sr. Rubem muito menos a sua família, somente está contra a criação da reserva.

 

Celso Coriolato Zinelli, produtor rural, que a reserva deveria ser criada somente dos 32 mil há ao invés dos 198 mil hectares, que a reserva é da união e não dos retireiros e fazendeiros, que o levantamento foi feito somente em cartório, que o levantamento deve ser feito no campo, pois no cartório somente beneficia os latifundiários, sendo contra a criação da reserva.

 

O Prefeito Municipal de Luciara, Fausto Aquino de Azambuja Filho, finalizou dizendo que está do lado da maioria que é contra a criação da reserva Ambiental.

 

O Promotor de justiça pelo Dr.. Lysandro Alberto Ledesma deu por concluída a reunião, agradeceu a presença de todos.

 

A mesa foi composta por: Lysandro Alberto Ledesma; Promotor de Justiça Substituto, Dr. Wilson Rocha Assis; Procurador da República, Rui Prado; Presidente da FAMATO, Nolely Paciente Luz; Advogada da Associação dos Retireiros, Waner dos Santos Neves; Delegado de Polícia, Ricardo Pereira Araújo;  Médico, Fausto Aquino de Azambuja Filho; Prefeito Municipal de Luciara, Maria José Souza Moraes; Direitos Humanos da Prelazia, Rubem Taverny Sales; Presidente da Associação dos Retireiros.

 

 

Vanessa Lima/O Repórter do Araguaia

Comentários

Data: 21/05/2014

De: Amiga

Assunto: Reserva em Luciara

Luis Gonzaga, conheço vc e sei de sua integridade moral, e seus princípios, só gostaria que se vc tiver a oportunidade leia este processo de criação desta reserva em Luciara, tenho certeza que vc mudaria de ideia a esse respeito,até porque essas Ongs que estão por traz destes pedidos de reservas indígenas ou extrativistas, não estão preocupadas com indios ou mesmo retireiros, é só olhar a situação em que vivem, eles proprios dizem não querer mais terras e sim uma vida digna, principalmente na área da saude e alimentação.
Sinceramente eu também era a favor, até conhecer os verdadeiros motivos da prelazia e ongs, que não estão nem ai pra indio ou retireiro.

Data: 28/11/2013

De: Luís Gonzaga Oliveira Tavares Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

Analfabeto é assim mesmo. Chama outros de burro, mas estudou aonde. Em qual Universidade. Estamos no mundo conhecimento.Sabe o que é isso. Claro que não. Pobre de conhecimento está em processo de extinção. O próprio capitalismo vai eliminar esse tipo de gente. Espera que os grandes grupo capitalista estão avanço em direção ao Baixo Araguaia. Principalmente os grupos com grande capital do Sul do país e tirar as terras desse pobres de Luciara. Não querem entende, então fiquem com o Calixto Guimarães e latifundiário que expulsá-los da região. Querem ver? Eu vou assistir de camarote aqui no Sul(Rio Grande do Sul). Vamos ver que é o burro. Imbecil são que vivem na ignorância. Amo os burros desde minha infância, pois tinha um tio que mal tratava os animais e eu não conseguia entender. Hoje ele deve estar no inferno. E eu cada admiro os animais irracionais. Idiota e analfabeto que mesmo que se ferrar. Nunca precisei de político até porque sou um indivíduo que estudei para não ser escravo das elites agrárias que escravizaram meu desde criança. Tu achas que sou um imbecil. Estamos no mundo da discussão da dialética, do contraditório e não autoritarismo da ultradireita. Ter visão holística pressupõe ver o mundo sobre a ótica da das diversas teorias e saber filtrar o que é mais importante. O mundo do senso e do empirismo já era. Só os analfabetos ainda não entenderam que mundo mudou mesmo na perspectiva do capitalismo. Eu que já fui contra o capitalismo depois dessa quero que pobre se dane. Vai frequentar uma Universidade e discutir a sociedade a vida inteira pensando em ajudar esse miseráveis. Não vale a pena. Portanto, vamos defender a proposta da não criação da Reserva. Não bater boca com um infeliz que nem estudo. Deve um burro, porque as pessoas são chamadas de burras por falta de estudo. Agora vou usar o mesmo vocabulário. Burro tem que ficar em Liuciara e fazer parte das próximas estatística do IBGE como sem TERRA. Eu tenho salário fixo e efetivo(concursado). Me arrependi de ter gasto meu tempo, saúde e dinheiro com pessoas ignorantes.

Data: 28/11/2013

De: Burro e vc

Assunto: Re:luisodomingues@hotmail.com

Como pode alguém lá do sul quere chama nos de burro!
Se toca o babaca!

Data: 28/11/2013

De: Luís Gonzaga Oliveira Tavares Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

Prefiro ser comparado com um animal irracional do que com pessoas analfabetas, sem conhecimento e sem ética. Não se sabes porque os humanos não de serem comparados com animais. Leia as teorias do Determinismo alemão e o Possibilismo francês que passará entender porque prefiro ser comparado com burro. Na verdade você é um grande idiota. Estude e depois me convide para um debate em Luciara. Quer ver que sabe mais!? Um imbecil que nunca frequentou uma Universidade deve primeiro se olhar no espelho. É devido a pessoas como você que não defendo mais pessoas pobres. Pobre de cultura e de conhecimento. Amo os animais irracionais, porque são criaturas divinas. Deus colocou na Terra os animais. O único animal que Deus se arrependeu de ter colocado no planeta foi os seres humanos. É lamentável ter que falar dessa maneira, mas é o que você merece. Seria bom você frequentar uma UNICAMP ou UFSM da vida. Dessa maneira, poderia refletir sobre as besteiras que fala. Conhecimento ajuda a pessoas se sentir importante na vida. Que bom que não convivo com gente como você. Seria perde de tempo.

Data: 25/11/2013

De: Luís Gonzaga Oliveira Tavares Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com


23 de Novembro de 2013 - 11h45
Propinoduto do Metrô de SP chega à alta cúpula nacional do PSDB

Matéria publicada na última sexta-feira (22) no Correio do Brasil, revela que o propinoduto tucano no Metrô paulista chegou à alta cúpula nacional do PSDB. Segundo a reportagem, o secretário de Desenvolvimento Econômico do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Rodrigo Garcia (DEM-SP) recebeu doações do ex-diretor de vendas da Siemens, Everton Rheinheimer, segundo registros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O senador Aloysio Nunes é um dos principais líderes do PSDB nacional, cotado para ser vice na chapa do presidenciável Aécio Neves. Em 2006, Garcia era candidato a a deputado estadual; em 2010, a federal, cargo para o qual foi eleito e licenciou-se em maio de 2011 para ocupar a secretaria. Em nota, a assessoria de Garcia diz que as doações foram feitas na forma de compra de convite para jantar, em valores que variam entre R$ 1 e R$ 2 mil. Mas a proximidade entre o corruptor e o suspeito de aceitar a corrupção é um ponto a ser definido nas investigações em curso.
Garcia admite ter visto Rheinheimer nesses eventos, mas afirma que não manteve relações com ele depois. A venda ao diretor da Siemens foi feita por colaboradores da campanha, segundo Garcia. Um irmão do secretário, Marco Aurélio, tem sido alvo de investigações por parte do Ministério Público e da Controladoria Geral do Município por suspeita de lavagem de dinheiro da máfia do Imposto sobre Serviços (ISS), na qual fiscais cobravam propina para diminuir o valor do ISS a ser recolhido.
O nome de Marco Aurélio aparece em dois episódios na apuração sobre os fiscais. No primeiro, o imóvel usado pelo grupo foi alugado pelo empresário e emprestado a Ronilson Rodrigues, acusado de liderar o grupo de fiscais. E no segundo, Marco Aurélio afirma que vendeu um pequeno apartamento a Ronilson por R$ 1 milhão, mas a documentação permanece em seu nome porque fizeram “contrato de gaveta”, segundo dados do inquérito aos quais o Correio do Brasil teve acesso.
Forte esquema
Rheinheimer, ao entregar ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) um relatório onde mostra “a existência de um forte esquema de corrupção no Estado de São Paulo durante os governos (Mário) Covas, Alckmin e (José) Serra”, afirmou que o objetivo principal do propinoduto era o “abastecimento do caixa 2 do PSDB e do DEM”. Apesar de o relatório ter sido entregue no dia 17 de abril, somente nesta sexta-feira foi divulgado, em reportagem publicada no diário conservador paulistano O Estado de S. Paulo, assinada pelos jornalistas Fernando Gallo, Ricardo Chapola e Fausto Macedo.
Os “propineiros tucanos”, como são chamados no jargão policial, fazem parte da cúpula do PSDB nacional e, pela primeira vez, são citados nominalmente no esquema criminoso. O documento entregue por Rheinheimer menciona o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), os secretários estaduais José Aníbal (Energia), também deputado (PSDB-SP), e Jurandir Fernandes (Transportes Metropolitanos), todos integrantes da mais alta cúpula tucana nacional.
Aloysio Nunes chegou a ser cotado para vice do presidenciável tucano, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), mas se ve às voltas, novamente, em denúncias de corrupção. Em 2010, Nunes foi ligado ao engenheiro conhecido como Paulo Preto, homem de confiança do tucanato paulista que acabou acusado de desaparecer com mais de R$ 4 milhões de um suposto “caixa 2″ da campanha de Serra. Ele nega todas as acusações.
Sobre Aloysio, Jurandir e Garcia, Reinheimer afirma ter tido “a oportunidade de presenciar o estreito relacionamento do diretor-presidente da Procint, Arthur Teixeira, com estes políticos”. Sobre Aníbal, anotou: “Tratava diretamente com seu assessor, vice-prefeito de Mairiporã, Silvio Ranciaro”.
Roberto Arruda
O diretor da Siemens ainda apontou o vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli (PMDB), e o ex-governador do DF José Roberto Arruda como “políticos envolvidos com a MGE Transportes (Caterpillar)”. A MGE é apontada pelo Ministério Público e pela Polícia Federal como a outra rota do propinoduto, via subcontratações – a empresa era fornecedora da Siemens e de outras companhias do cartel.
Rheinheimer diz ser o autor da carta anônima que deflagrou a investigação do cartel dos trens, enviada em 2008 ao ombudsman da Siemens. Ele relata ter feito as denúncias para se “defender de rumores sobre seu envolvimento neste escândalo”. O executivo assevera que, apesar de suas denúncias, a Siemens optou por “abafar o caso”.

Fonte: Correio do Brasil

Data: 25/11/2013

De: DO CONTRA

Assunto: NÃO RESERVA

SOU CONTRA O PT
SOU CONTRA A DILMA, O LULA, OS MENSALEIROS,
SOU CONTRA O BISPO E A PRELAZIA,
SOU CONTRA A RESERVA,
ENFIM, SOU CONTRA O ATRASO.
A FAVOR DA VIDA, DO TRABALHO, DO PROGRESSO, DA INCLUSÃO....
E VIVA A DEMOCRACIA.

Data: 25/11/2013

De: Indio Karajá

Assunto: Re:NÃO RESERVA

Entao chupa mais 04 anos da Dilma....seu Zé Ruela!

Data: 25/11/2013

De: Juliano

Assunto: a verdade doi....

A verdade tem que ser dita...e sei que é dura de ouvir.
Mas com ou sem reserva, Luciara será sempre isso ai que todo mundo tá vendo.
Um lugar bonito, mas sem futuro.

Data: 24/11/2013

De: Luís Gonzaga Domingues

Assunto: luisodomingues@hotmail.com

O povo de Luciara não conseguiu entender que através da criação da Reserva Sustentável conseguirá recursos financeiros para financiar todo tipo de projeto, seja ele, para produção agrícola, pequenas indústrias, pesca, extrativismo, artesanal, ambiental, etc. Atualmente boa parte dos recursos destinados a produção de riqueza são destinados aqueles que preservam o meio ambiente na Terra. Eu acho que deveria estudar mais. Falta conhecimento Estamos no mundo do conhecimento. Que pena que nem a família do Fausto, prefeito de Luciara, que possui formação universitária pela UNEMAT não entenda que todos irão ganhar.Basta se organizar para trazer os recursos a nível estadual, federal e de vários países da Terra. Fico admirado com o discurso de pessoas que defendem o Capitalismo enquanto sistema econômico e são contra a globalização na Terra. É muita falta de informação. Não chamá-los de burros, por que estarei discriminando um animal que com certeza é bem melhor e inteligente que o ser humano. Sabe que sai perdendo. Toda comunidade de Luciara por falta de informação.

Data: 27/11/2013

De: Salomão

Assunto: Re:luisodomingues@hotmail.com


Grande unemate a mais de 13 anos em luciara não formou durante todo esse todo tempo não formou 2.000 alunos, e vc Luiz é um dos responsáveis por esse atraso, seu esquerdista sem futuro

1 | 2 | 3 >>

Novo comentário