23/12/2013 - Produtores do Araguaia exigem investimentos em energia e Cemat promete R$ 100 mi

O Conselho de Consumidores de Energia Elétrica (Concel) realizou reunião em Canarana, no nordeste do Estado, na última semana, para exigir da Cemat a solução dos problemas enfrentados na distribuição de energia elétrica para a região do Araguaia. De acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), são recorrentes o fornecimento abaixo do necessário para atender às necessidades da população, linhas defasadas e problemas estruturais, o que emperra diversos investimentos.

A iniciativa partiu do vice-presidente da região IV da Famato, Marcos da Rosa. A entidade representa os produtores rurais no Concel. Cerca de 80 pessoas participaram da reunião, entre produtores rurais e a sociedade em geral.

Segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a região do Araguaia produziu cerca de 2,42 milhões de toneladas de grãos na safra 2012/2013 e desponta como a nova fronteira agrícola do Estado. De acordo com os produtores, o desempenho só não é melhor por falta de condições estruturantes.

Representantes da Cemat comprometeram-se a investir, de imediato, R$ 100 milhões para recuperação das linhas de transmissão da região.

“No total, a organização afirmou que até o final de 2017 serão aplicados cerca de R$ 400 milhões na região”, garantiu o analista institucional da Famato, Edvaldo Belisário, que representa a entidade no Concel.

“Muitos produtores estão deixando de investir no Araguaia por esse problema. Ficamos contentes com esta reunião, já que a empresa entendeu que o fornecimento ineficiente atrapalha o desenvolvimento da região”, completou Marcos da Rosa.

O nordeste de Mato Grosso engloba os municípios de Canarana, Água Boa, Alto Boa Vista, Barra do Garças, Bom Jesus do Araguaia, Cana Brava do Norte, Confresa, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Porto Alegre do Norte, São Félix do Araguaia, entre outros.

 

De Brasília – Vinícius Tavares

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário