24/02/2011 10h:10 Justiça de Goiás libera delegado em MT que foi preso por tráfico

A primeira câmara criminal do Tribunal de Justiça de Goiás decidiu, hoje, conceder habeas corpus para o delegado de Polícia Civil em Mato Grosso Arnaldo Agostinho Sottani, que foi preso em Catalão, há cerca de 4 meses, acusado de suposto envolvimento com tráfico de drogas. O desembargador Itaney Francisco de Campos foi o relator do pedido de liberdade do advogado Carlos Alberto de Arraes Menezes. Por 4 votos a 1, foi concedida liberdade para o delegado. O parecer do Ministério Público é para que ele continuasse preso.

Conforme Só Notícias já informou, Sottani foi preso pelo GAECO - Grupo de Combate ao Crime Organizado- em 25 outubro passado, quando chegava em Catalão, em um avião. A polícia goiana acusa ele de pilotar a aeronave e levar para Goiás cerca de 57 kg de drogas, que teria sido deixado em duas cidades.

Antes da decisão tomada hoje pelo tribunal goiano, o advogado do delegado chegou a recorrer ao Superior Tribunal de Justiça, mas foi negada liberdade.

A Corregedoria da Polícia Civil de Mato Grosso também vem acompanhando o caso do delegado, requisitou cópia do inquérito instaurado pela polícia de Goiás e decidirá o futuro profissional de Sottani

O delegado Arnaldo Sottani trabalhou em diversas cidades mato-grossenses como delegado, dentre elas Alta Floresta e Sinop.

 

Escrito por Fonte: Só Notícias (foto: arquivo)