24/04/2013 - MPF pede mais tropas da PF e Força Nacional para evitar invasão de Marãiwatsédé

O MPF encaminhou uma petição a Justiça Federal requerendo o aumento do efetivo de agentes da Polícia Federal e Força Nacional de Segurança na terra indígena Marãiwatsédé para evitar uma possível invasão dos antigos ocupantes da área, expulsos da região após que os consideraram invasores de má fé.

Os colonos da antiga Gleba Suiá-Missú, distrito de Estrela do Araguaia, afirmam que o Governo Federal tem descumprido com as promessas de assistência para as famílias que deixaram a área. Segundo eles, as áreas de assentamento para Reforma Agrária prometidas até agora não foram entregues.

Na segunda-feira (22) eles chegaram a adentrar a área indígena, mas foram obrigados a recuar devido a presença da Força Nacional. Agora eles estão acampados as margens da BR 158, cerca de 300 metros de distância dos limites de Marãiwatsédé. 

O vereador de Alto Boa Vista, Nivaldo Oliveira (PP), disse que os trabalhadores rurais estão esperando uma posição do governo desde janeiro e paciência deles esgotou. Por isso estão mais próximos da Suiá só para chamar atenção das autoridades. Todavia, o que preocupa é que os índios xavantes estão seguindo para o posto da mata e dissera que não vão aceitar uma nova invasão. 

Alguns moradores alardeiam um possível conflito, bem como foi feito durante todo o processo de desocupação, que acabou praticamente sem confrontos.

 

Da Redação - Jardel P. Arruda

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário