24/06/2016 - Passagem da tocha olímpica ‘para’ Cuiabá e Várzea Grande; cerimônia termina na Arena Pantanal

24/06/2016 - Passagem da tocha olímpica ‘para’ Cuiabá e Várzea Grande; cerimônia termina na Arena Pantanal

A passagem da tocha olímpica ‘parou’ as cidades de Várzea Grande e Cuiabá. As duas maiores cidades do Estado acompanharam o revezamento do símbolo olímpico por diversas ruas. A população aproveitou o momento para tirar fotos e registrar o momento único vivido. A cerimônia terminou na noite desta quinta-feira (23), na área externa da Arena Pantanal.
 
O revezamento da tocha olímpica teve início na manhã de hoje, em frente ao Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá). De lá, seguiu pelas ruas da cidade industrial. Os funcionários de lojas e transeuntes comemoraram a passagem da tocha. Crianças de várias escolas também compareceram.
 
Antes da saída da tocha, houve apresentações de danças típicas da região. Quando o revezamento começou, aconteceu um principio de confusão com os servidores que cobram o pagamento do RGA (Reajuste Geral Anual), que foi logo contido pelos policiais militares e organização. A primeira parte se encerrou por volta de meio dia.

ia.


 
No início da tarde o evento continuou em Cuiabá, saindo do Comando Geral da Polícia Militar, localizado na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA). De lá, foi passando pelas mãos dos diversos escolhidos para carregar o símbolo olímpico. A cerimônia terminou no início da noite, com uma festa de encerramento na área externa da Arena Pantanal, que contou com um grande público.
 
O último a conduzir a tocha foi o judoca David Moura, que ficou emocionado com o momento: "É um orgulho para mim como cuiabano e mato-grossense participar deste momento". Ele recebeu o fogo olímpico do pai, o judoca Fenelon Oscar Muller, que foi campeão sul-americano em 1975. Grupos folclóricos, fanfarras e atrações sertanejas animaram a cerimônia que encerrou a passagem da Tocha Olímpica Rio 2016 por Cuiabá.



 
 
Mais de 300 cidades recebem o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016, envolvendo 90% da população brasileira em todos os 26 estados além do Distrito Federal. A ocasião também contabiliza 12.000 condutores, escolhidos por meio de campanhas públicas ou nomeações diretas. Segundo a organização do evento, oobjetivo do Revezamento é levar os Jogos Olímpicos Rio 2016 para todo o país.  

Da Redação - Wesley Santiago