24/07/2013 - Mãe e dois filhos são presos com mais cinco por assalto de veículo

Oito integrantes de uma quadrilha de roubo e desmanche de veículos acabaram presos em Várzea Grande. Entre os detidos estão três pessoas da mesma família, sendo dois irmãos, que praticavam os roubos a mão armada, e a mãe que escondia os produtos roubados em casa. 


Para capturar todos os membros do grupo, a Polícia Militar montou um verdadeiro quebra-cabeça, que começou com a fuga do primeiro envolvido, que estava escondido em um matagal. Quando ele percebeu a presença da PM, acabou fugindo de moto, mas caiu do veículo e acabou entregando o esconderijo dos comparsas. 

O roubo de uma camionete no centro da cidade industrial fez com que os policiais começassem as buscas pelos criminosos. Em rondas pelo centro, o primeiro envolvido disse que a moto que era conduzia por ele era roubada e disse que não agia sozinho. Os policiais o interrogaram e descobriram que a moto e a camionete tinham sido roubadas a pedido de um detento da Penitenciária Central do Estado, que mantinha contato com os dois irmãos ladrões de veículos na cidade. 

Chegando em um certo ponto da investigação, os policiais do 25° Batalhão acionaram apoio ao Ciopaer, que de imediato localizaram a camionete no bairro Engordador, nos fundos do bairro Cristo Rei. Junto do veículo estava um outro de cor cinza, que ao avistar o helicóptero da PM fugiu rumo a uma área de mata fechada. 

Um pouco mais a frente, os policiais interceptou esse carro e prendeu mais dois integrantes da quadrilha, que não eram os irmãos, mas sabiam onde os mandantes estavam. Eles confessaram aos policiais que receberam pouco mais de R$ 600 para cometer o crime. Os policiais então resolveram levar os primeiros envolvidos para a Delegacia Central e no caminho toparam com uma pessoa, que contou que sabia onde os irmãos cabeças do crime estavam. 

No local indicado, os policiais se depararam com uma mulher, que tentou disfarçar, mas acabou contando que os dois filhos estavam em casa na companhia de outros amigos. Na revista ao domicílio os policiais constataram a presença dos irmãos e os acompanhantes seriam comparsas no crime de roubo na cidade. 

Dentro da residência os policiais encontraram produtos de roubo e armas do crime, inclusive uma PT-100 ponto 40, de uso exclusivo das Forças Armadas e que era usada nos crimes. Todos os oito envolvidos no caso, identificados como: Heberte Moreira Marque de Souza, 23, Thiago Moreira Marques de Souza, 23, Jefferson Silva de Azevedo, 22, Elil Augusta Moreira, 48, Lúcio Flávio Silva Campos, 19, Kenny Jordan Santos de Oliveira, 18, William Barbosa Azevedo, 20, e Edivaldo Rogério Araújo de Arruda, 22, foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande, onde foram autuados por porte ilegal de arma, roubo e receptação.

 

Da Redação - Max Aguiar