24/09/2015 - Grávida é presa por abrir crediários com documentos falsos

Uma mulher, grávida de oito meses, foi presa nesta quarta-feira (23) por suspeita de aplicar golpes no comércio de Cuiabá e Várzea Grande. Segundo a Polícia Civil, R.A.M, de 26 anos, abriu crediário em pelo menos nove empresas, usando documento falso em nome de outra pessoa.

A vítima de Rondonópolis (212 km ao Sul) percebeu o golpe após ver o ter seu nome negativado no sistema de crédito, por compras feitas, entre os meses de junho e julho, em lojas de Cuiabá e Várzea Grande. 

Com base em informações fornecidas pela vítima, a Delegacia de Estelionato iniciou as diligências e com a colaboração de informantes conseguiu identificar a suspeita.

Na tarde desta quarta-feira (22), a grávida foi detida na sua casa, no bairro Milton Figueiredo, em Várzea Grande.

Segundo o delegado, José Carlos Damian, a suspeita fez cartões de créditos e abriu crediários em pelo menos 9 empresas da região da Grande Cuiabá.

Damian contou que a acusada alegou apenas ter emprestado a sua foto para a falsificação do documento. 

“Ela disse que recebeu R$ 1 mil para passar a foto para uma pessoa fazer a falsificação do documento e em seguida, passou a identidade falsa para um casal, que supostamente aplica os golpes na praça”, disse.

A suspeita será indiciada em inquérito policial pelo crime de estelionato.

 

 

Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário