24/09/2015 - Gaeco prende 22 servidores da Assembleia acusados de fraudes

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) deflagrou na manhã desta quarta-feira (23) mais uma operação.

Os alvos foram servidores da Assembleia Legislativa, acusados de organização criminosa, peculato e falsidade documental.

Entre os crimes estariam desvios de verbas destinadas aos gabinetes dos deputados. Cada um tem direito a R$ 4 mil mensais.

São 22 mandados de prisão temporária, expedidos pela juíza Selma Arruda, da Vara de Combate ao Crime Organizado da Capital.

Há, também, mandados de busca e apreensão e várias pessoas estão sendo intimadas para depor.

A ação é coordenada pelo Ministério Público Estadual (MPE), da qual o Gaeco faz parte, Polícia Civil e Polícia Militar. 

O Bope da Polícia Militar também está apoiando o cumprimento das medidas.

As investigações foram feitas pelo Gaeco e o Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa do MPE.

Aproximadamente 80 agentes públicos (promotores de Justiça, delegados de Polícia, policiais militares e civis) estão envolvidos no cumprimento das ordens judiciais.

Celulares apreendidos

No mandado de prisão, a juíza Selma Arruda também determinou a apreensão dos celulares dos envolvidos.

De acordo com a magistrada, o objetivo é a "realização de perícia nos referidos aparelhos com a finalidade de verificar o conteúdo dos seus registros, tais como chamadas recebidas e efetuadas, agenda telefônica, mensagens, fotos e vídeos que possam ter relação com os fatos investigados".

Presos chegam ao Gaeco

Até o momento, 21 mandados de prisão foram cumpridos pela polícia. Segundo informações, todas as prisões são de no máximo cinco dias.

Até o momento, seis pessoas chegaram ao Gaeco para depor, após terem passado pelo exame de corpo de delito: Marisol Castro Sodré, Ana Marins de Araújo Pontelle, João Luquesi Alves, José Paulo Fernandes de Oliveira, Leonice Batista de Oliveira e Vinícius Prado Silveira.

Veja a relação completa dos alvos dos mandados de prisão temporária:

Abemael Costa Neto

Agenor Jácomo Clivati Júnior

Ana Marins de Araújo Pontelle

Atail Pereira dos Reis

Felipe José Casaril

Frank Antônio da Silva

Geraldo Lauro

Hilton Carlos da Costa Campos

João Luquesi Alves

José Paulo Fernandes de Oliveira

Laís Marques de Almeida

Leonice Batista de Oliveira

Maria Helena Ribeiro Alves Caramelo

Maria Hlenka Rudy

Mário Márcio da Silva Albuquerque

Marisol Castro Sodré

Odnilton Gonçalo Carvalho Campos

Sérvio Túlio Migueis Jacob

Talvany Neiverth

Tania Mara Arantes Figueira

Vinícius Prado Silveira

Willian César de Moraes

 

 

Mídia News

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário