25/01/2013 - Bacharel em Direito é detido com procuração falsa em cartório de MT

O bacharel em Direito José Wanderley Sudário Esteves, 57, foi detido quarta-feira (23) pela Polícia Civil em Barra do Garças (509 Quilômetro de Cuiabá). De acordo com o delegado Adilson Gonçalves, o bacharel que atua como estagiário num escritório de advocacia estava com uma procuração falsa e tentava baixar uma hipoteca da Fazenda Piraguassú, de Porto Alegre do Norte, junto ao cartório de 1º ofício de Barra do Garças. 

Os funcionários do cartório estranharam a documentação e solicitaram a presença da Polícia Civil. O documentado datado de 1984 teria sido emitido no cartório de Aragarças-GO, todavia, segundo a polícia, nem assinatura do tabelião e muito menos o carimbo foram reconhecidas. 

Além disso, a PC observou que a assinatura da pessoa mencionada na procuração era ‘escaneada’ e não era verdadeira. O bacharel encontra-se detido sob acusação de falsificação de selo ou sinal público e uso de documento falso. 

Ao ser ouvido, José Wanderley negou qualquer intenção de falsificação e disse que não tinha conhecimento das irregularidades mencionadas pela polícia com relação ao documento.

 

Ronaldo Couto para O Repórter do Araguaia

COMENTÁRIOS

Data: 25/01/2013

De: José Lopes - Confresa

Assunto: Prisão do José Vanderlei

Pior que esse cidadão é cunhado do presidente da Câmara de Luciara, Celso Feitosa, que não tem nada a ver com as falcatruas do cunhado.

Data: 25/01/2013

De: Leitora

Assunto: Re:Prisão do José Vanderlei

Caro José Lopes, você foi muito infeliz na sua colocação, pois uma coisa não tem nada a ver com a outra, e polo que foi colocado na reportagem, não foi comprovado nada ainda, logo você não pode tirar conclusões preciptadas.

Data: 25/01/2013

De: Nivaldo Ferreira dos Santos

Assunto: è uma pena.

Muito me entristece tal notícia, pois, fomos colegas de Faculdades. Com certeza ele dará as devidas explicações.

Novo comentário