25/01/2013 - Benedito da Silva estreia exposição inédita na Casa do Parque

 

A Casa do Parque inaugura na próxima terça (29) mais uma exposição que terá todos os motivos para atrair os apreciadores da cultura regional. “Leveza, cor e forma” vai reunir obras clássicas e inéditas de Benedito da Silva, um autoditada que se dedica a criar cenas tipicamente mato-grossenses com um leve toque de modernismo.

Quem visitar a exposição vai ter a oportunidade de admirar uma das mais novas obras de Benedito da Silva. Um lenheiro. “Nunca pintei um lenheiro”, revela, na sua simplicidade peculiar e surpreendente capacidade de expressar na tela a cultura local.

Outra obra inédita retrata uma cuiabana tocando viola de cocho. A mulher aparece sentada na rede, no colo do marido. “Vou expor 12 telas inéditas que foram selecionadas com muito cuidado para esta exposição na Casa do Parque”, adianta o artista, feliz pela oportunidade de estrear neste que é o mais novo espaço cultural de Cuiabá, localizado nos fundos do Parque Mãe Bonifácia. “Achei excelente a casa, até porque nós, artistas plásticos, temos poucos ambientes como este para divulgar nosso trabalho”.

Foto: Luis Marchetti

Flávia Salem, idealizadora da casa, escolheu abrir a temporada 2013 com tema originalmente mato-grossense. "A primeira exposição do ano é uma homenagem à cultura regional, por sua leveza, cor e forma", declara, parafraseando o tema da exposição de Benedito da Silva.

A exposição está sendo montada em parceria com Heleninha Botelho e Thereza Pirajá. Além do lenheiro e da mulher tocando viola de cocho, as obras que Benedito levará à Casa do Parque retratarão pescadores, algodoeiros, paisagens de colheitas de melancia, caju e cururueiros.  A noite de abertura contará com a participação cantora Vera Capilé.

De poucas palavras, porém de uma criatividade admirável, Benedito da Silva começou a pintar por volta de 1980. Frequentou o Ateliê Livre da Universidade Federal de mato Grosso (UFMT) onde aprendeu muito com artistas mais experientes e a orientação de Dalva de Barros e Nilson Pimenta. Hoje suas obras estão espalhadas por todos os cantos, inclusive França e Alemanha. Várias delas estão em seu próprio ateliê e também na Casa das Molduras e na Galeria N’Arts.

Para o crítico Oscar D’Ambrósio, membro da Associação Internacional de Críticos de Artes, as telas de Benedito possuem "uma poética própria" e as imagens "plenas de vitalidade", com habilidade técnica e um senso de composição bem rigoroso. O crítico se encantou também com a habilidade de compor e criar personagens.

Serviço – A Exposição “Leveza, cor e forma” será aberta às 19 horas do dia 29 de janeiro, próxima terça, às 19 horas, na Casa do Parque, localizada na Rua Marechal Severiano de Queiroz, 455, Bairro Duque de Caxias, Cuiabá, entrada dos fundos do Parque Mãe Bonifácia.



Fonte: Assessoria/A Casa do Parque - Sandra Carvalho

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário