25/02/2014 - Delegado detido embriagado é afastado das funções

Delegado detido durante operação ‘Lei Seca’, na avenida Isaac Póvoas, em Cuiabá, na madrugada de domingo (22), foi afastado das funções de corregedor auxiliar da Polícia Judiciária Civil. De acordo com assessoria da corporação, a Corregedoria Geral irá instaurar procedimento administrativo contra o delegado Alexandre Moraes Franco.

Ele foi flagrado dirigindo embriagado pela avenida Isaac Póvoas, onde acontecia uma blitz da operação ‘Lei Seca’. Franco passou por teste de bafômetro, que constatou a ingestão de bebida alcoólica.

Acima de 0,3 mg/l é considerado crime de trânsito, de acordo com a nova lei. O delegado foi autuado por dirigir sob efeito de álcool, pagou fiança e foi liberado.

Lei – Conforme a nova lei sancionada em 21 de dezembro de 2012, o condutor que for detido dirigindo sob efeito de álcool pode perder pontos na carteira de habilitação, pagar multa de R$ 1.915,40, ou arbitrada pelo delegado e mesmo perder a CNH.

Ainda conforme a lei, provas como vídeos, relatos, testemunhas e outras evidências podem ser considerados válidos contra os motoristas embriagados.

Na semana passada, para coibir o número de infrações no Estado, foi lançada a campanha “Trânsito Consciente – Operação Lei Seca Mato Grosso”. Balanço dos primeiros dias da campanha deve ser divulgado nesta segunda-feira (24).

 

Izabel Barrizon

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário