25/02/2016 - Taques afirma que Estado não “recebeu” Arena porque não está acabada

25/02/2016 - Taques afirma que Estado não “recebeu” Arena porque não está acabada

O governador José Pedro Taques (PSDB) responsabilizou a construtora Mendes Júnior pelas 17 irregularidades existentes na Arena Pantanal, em Cuiabá, detectadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na Arena Pantanal. “A administração passada [do ex-governador Silval Barbosa] deixou a sociedade embevecida. Parece que ficou em torpor. Poucas pessoas criticavam as obras [da Copa do Pantanal Fifa 201]. Estamos vendo o que está acontecendo aqui. O Estado não recebeu a obra. Os elevadores estão estragados...”, citou Taques, após participar de cerimônia para entrega de 800 mil camisetas a estudantes das escolas estaduais.

Pedro Taques deixou clara sua irritação com o fato de a Mendes Júnior não ter assinado o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) com o Tribunal de Contas do Estado, para que fossem concluídos os itens registrados com não conclusos, na obra. “O quê fazer? Nós não recebemos a Arena do Pantanal, ainda. Se visitar outras arenas e visitar esta, verá que a Arena [do Pantanal] não tem acabamento. Serviço muito mal feito”, afiançou ele.

O chefe do Poder Executivo determinou que a Secretaria de Estado das Cidades (Secid) tome providências cabíveis. “Estamos agindo com firmeza. Prova disso é que a que Mendes Júnior não assinou Termo de Ajustamento de Gestão e se recusou a retomar os serviços em 2015”, lamentou ele.


Problemas

A vistoria da Diretoria de Competições da CBF, na Arena do pantnaal, teria detectado abandono e falta de manutenção. Houve até mesmo o cancelamento do jogo entre Flamengo e Figueirense, previsto para a próxima quarta-feira (24). Palco dos jogos do Campeonato Mato-Grossense, a Arena apresenta problemas desde gramado com má qualidade até lodo nas arquibancadas.

Para que o estádio possa sediar jogos da Seleção Brasileira e demais torneios nacionais, a CBF recomendou melhorias imediatas no local, que tem custo mensal de R$ 600 mil e é gerido pelo governo de Mato Grosso.

A Mendes Júnior afirma que não recebeu cerca de R$ 20 milhões por parte do governo na reta final das obras, ainda no primeiro semestre de 2014. Desde então, o estádio vem se deteriorando com a falta de manutenção. O custo final da Arena Pantanal ficou em torno de R$ 700 milhões.

A Arena Pantanal é o único estádio disponível em Cuiabá para mandar os jogos. Enquanto o estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra aguarda a sonhada reforma, os clubes são obrigados a jogarem no estádio de Copa do Pantanal Fifa 2014 que tem custos mais altos, principalmente na contratação de segurança privada.

 

 

Olhar Direto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário