25/03/2013 - Fila de veículos em rodovia federal atinge 100 km de extensão em MT

Congestionamento foi provocado por acúmulo de carretas na BR-364

 

 

O congestionamento gerado por carretas que aguardam descarregar no terminal ferroviário da América Latina Logística (ALL) em Alto Araguaia, a 426 quilômetros de Cuiabá, atingiu a extensão de 100 km neste domingo (24). A estimativa foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que tenta controlar o fluxo na região marcada pela divisa entre Mato Grosso e Goiás.

De acordo com o inspetor Vanderlei Marques, apesar de ter atingido a marca dos 100 km neste domingo, ao fim da tarde o congestionamento na rodovia já diminuía a ponto de chegar aos 65 km devido ao andamento nos trabalhos no terminal ferroviário. Não havia, contudo, qualquer previsão de quando a situação atenuaria de maneira mais significativa devido à constante chegada de mais carretas para descarregar.

Por volta das 18h, o fluxo chegou a travar na direção de Alto Garças, a 366 km de Cuiabá, conforme reportou o inspetor Marques.>>>

 

Ele contou que os agentes da PRF estão tendo dificuldade para realizar o "puxa", trabalho com objetivo de amenizar o congestionamento que consiste em fechar, de tempos em tempos, um dos sentidos da rodovia para permitir a passagem de ônibus de passageiros e carros de passeio que precisam passar direto.

O problema é que a fila de veículos está muito longa e nem sempre os demais condutores, já com os nervos à flor da pele (alguns estão parados há três dias no trecho) permitem a passagem dos demais. "Fica inviável. O pessoal não tem paciência para ficar na pista, aí um entra na contramão, trava tudo, o outro reclama... É uma calamidade. A gente vê cada situação aqui, infelizmente...", lamenta o inspetor.

Situações de estresse têm ocorrido desde o início do congestionamento, segundo o inspetor. Neste domingo (24), uma passageira de um ônibus parado na pista passou mal e teve de ser levada às pressas para o hospital municipal de Alto Araguaia.

PRF tem enfrentado dificuldades para liberar passagem de ônibus e carros de passeio na BR-364. (Foto: Alberton Viana)
PRF tem enfrentado dificuldades para liberar passagem de ônibus e carros de passeio. (Foto: Alberton Viana)
 

O congestionamento é resultado da incapacidade do terminal ferroviário de absorver a demanda de caminhões para descarregar. A situação é implacável porque, segundo já explicou a ALL por meio de nota à imprensa, não há como controlar a origem das cargas que se acumulam à espera de uma oportunidade descarregamento. Por isso, congestionamentos continuam se repetindo.

No último dia 7, a Associação de Transportadores de Carga de Mato Grosso informou ter protocolado ofício na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pedindo uma fiscalização no terminal de Alto Araguaia. Na ocasião, a ALL emitiu nota dizendo que a companhia solicitou aos clientes dela que suspendam o envio de cargas excedentes para que os trabalhos sejam normalizados.

 

Escrito por Renê Dióz Do G1 MT 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário