25/04/2014 - Asta linhas aéreas voltará a fazer voos regulares do Norte Araguaia para Cuiabá; nova rota inclui São Félix do Araguaia, Água Boa, Nova Xavantina e Barra do Garças

Prefeitos se comprometeram em ajudar a empresa a se manter no mercado, já que de acordo com a Asta a população do Norte Araguaia ainda não tem o costume de voar.

 
Em extensa reunião realizada na sala de reuniões da AMNA (associação dos municípios do norte Araguaia), convocada pelo presidente Gaspar Lazari, prefeito de Confresa, foi decidido que a empresa Asta voltará a operar na região do norte Araguaia.

Na reunião com o executivo da empresa Asta, o Presidente da AMNA e os prefeitos Mauro de Água Boa, Baú de São Félix do Araguaia, Gilmar de Querência, Luciano de Vila Rica e o Deputado Estadual Baiano Filho, chegaram a um acordo, onde a região que no início deste ano deixou de ser atendida pelas empresas aéreas Asta e Sete voltará a ter voos para a Cuiabá, capital do estado.

A região do Araguaia cresce acima da média ano a ano, tendo como mola propulsora a grande capacidade produtiva na agricultura e pecuária, também é uma região de grandes assentamentos e recebe constantemente a visita de grandes empresas com interesse em se instalar nos municípios do norte Araguaia.

A empresa Asta e os prefeitos concordam que existe um grande potencial e que a região precisa estar ligada aos grandes centros por via aérea, mas ainda não se tem a cultura de voar, portanto a empresa que operou no ano anterior pediu aos municípios um subsídio para os dois primeiros meses para dar início às operações 2014, o que no início fará reduzir os preços das passagens e a mesma fará investimentos em divulgação para que a população tome conhecimento e passe a gerar demanda.

Ficou acordado que os voos se iniciarão no início de Julho e atenderá desde Vila Rica, passando por Confresa, São Félix do Araguaia, Nova Xavantina, Água Boa, Barra do Garças e seguindo para Cuiabá.
 
 
Cenário MT

Comentários

Data: 17/08/2014

De: Angela

Assunto: passagens

Bom, o combinado era começar em julho, certo? O que acontece que estamos em agosto e nada...

Data: 02/05/2014

De: Nós

Assunto: Questão cultural?????

...Dizer que a população da região não tem a cultura de voar...,parece brincadeira! REalmente é um setor que reforça e identifica as desigualdades.

Data: 26/04/2014

De: KALIXTO GUIMARAES

Assunto: PREÇO DA PASSAGEM X AERONAVE

O PREÇO DA PASSAGEM AÉREA PODERÁ SER REDUZIDO E SE TORNAR MAIS ATRATIVO COM A EMPRESA COLOCANDO NESTA ROTA UMA AÉRONAVE DE PORTE MEDIO. LEVANDO MAIS PASSAGEIROS E ATENDENDO A LOGISTICA REGIONAL DE CARGAS E ENCOMENDAS RÁPIDAS COM CERTEZA, SERÁ UM SUCESSO!

Data: 26/04/2014

De: kalixto Guimaraes

Assunto: preço da passagem x aeronave

O PREÇO DA PASSAGEM AÉREA TEM QUE SER REDUZIDO E MUITO PARA O SUCESSO DESSA ROTA. A SOLUÇÃO É TERMOS UMA AERONAVE DE PORTE MEDIO QUE LEVE MAIS GENTE E ATENDA A LOGISTICA REGIONAL NO TRANSPORTE DE CARGAS RÁPIDAS.

Data: 25/04/2014

De: Joana Alves

Assunto: Passagens Áereas

Tomara que os preços sejam justos, pois além de voos domésticos os Municípios poderão economizar, ao invés de fretar táxi aéreo, poderão desfrutar de voos diários. E mais, todos querem desfrutar de viagens rápidas, no entanto, precisamos de preços justos.

Data: 25/04/2014

De: rogerio

Assunto: vôo

As passagens aéreas praticadas por essas empresas tem custo benefício impraticáveis até mesmo para as prefeituras da região, quiçá para particulares. Tenho certeza que se colocarem preços comerciais, as aeronaves só voaram lotadas.

Data: 25/04/2014

De: João Spindola

Assunto: Costume de voar

Diferentemente do que foi dito o povo desta região utilizava muito a locomoção aérea com uso de pequenas aeronaves, o problema de poucos passageiros na atualidade é relativo ao preço cobrado por passagem. Exemplificando via-se que o preço de uma passagem de São Félix do Araguaia a Goiania, dava para pagar desta para Cuiabá ( ida e volta ) em aviões a jato, daí.

Data: 25/04/2014

De: sem nome

Assunto: Re:Costume de voar

Concordo, o esvaziamento das aeronaves nunca foi por "falta de costume" de voar, afinal, não somos bichos do mato, mas pelo preço altíssimo cobrado pelas passagens. Sai mais barato uma passagem para a Europa do que para Goiânia. Quem pode pagar isso? Apenas o poder público, os empresários e os fazendeiros. Para o restante da população, só "bus".

Novo comentário