25/04/2014 - Trabalhadores/as da rede municipal de ensino do município de Canabrava do Norte iniciaram greve na segunda (21)

Os profissionais da educação da rede municipal de Canabrava do Norte, situado a 1.132 km de Cuiabá, iniciaram greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (22.04). A categoria estava em estado de greve desde o dia 03 de abril na expectativa que a Administração municipal avançasse nas negociações.

A Greve por tempo indeterminado foi aprovada na Assembleia Geral realizada na segunda-feira (14.04), na Escola Municipal Canãa, com a presença do presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), Henrique Lopes do Nascimento e do secretário das redes municipais, Alex Ferreira da Cruz.

De acordo com o secretário adjunto de organização sindical do Sintep/MT e vice-presidente da subsede de Canabrava do Norte, Djalma Francisco de Sousa, o piso atual dos profissionais da educação em Canabrava é de R$ 970,00. "A categoria reivindica o piso no valor de 1.697,39, na sua integralidade para todos os profissionais da educação de imediato", afirma o vice-presidente da subsede.

A direção da subsede convocou uma nova Assembleia que acontecerá na próxima segunda-feira (28/04) para avaliar o movimento e analisar uma nova proposta da Administração, caso houver. Na primeira proposta apresentada, rejeitada pela categoria, o prefeito pagaria o piso proporcional de R$ 1.275,26 dividida em 3 parcelas. A primeira parcela seria paga mediante a aprovação da lei, a segunda no próximo quadrimestre e a última em dezembro de 2014.

Municípios em Greve

Os municípios de Vila Rica. Santo Antônio do Leverger, Nova Olímpia, Jaciara, Brasnorte, Confresa e Ribeirão Cascalheira estão em Greve por tempo indeterminado pela reestruturação do Plano de Cargo, Carreira e Salários (PCCS) e a recomposição do Piso Salarial conforme a Lei Nacional do Piso do Magistério (Lei 11.738/08).

A maioria dos municípios de Mato Grosso não pagam o Piso Salarial aos profissionais da educação de nível médio, em início de carreira, divulgado pelo Ministério da Educação desde janeiro de 2014, que é de R$1.697,37, valor mínimo a ser praticado.

 

Sintep-MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário