25/06/2015 - Em último post na web com Cristiano Araújo, mãe se declara: 'Te amo'

25/06/2015 - Em último post na web com Cristiano Araújo, mãe se declara: 'Te amo'

A mãe do cantor Cristiano Araújo, que morreu na madrugada desta quarta-feira (24), aos 29 anos, junto com a namorada, a estudante Allana Coelho Pinto de Moraes, 19, em um acidente de carro, postou a última foto com o filho nas redes sociais há pouco mais de um mês. Na imagem, Zenaide Melo aparece com o filho e se diz feliz por ter passado o dia com ele.

 

"Ontem foi meu dia de matar a saudade do meu príncipe. Passamos o dia juntinhos! Estou muito feliz. Te amo até o céu.. Boa noite", escreveu em sua conta no Instagram.

O acidente ocorreu na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. Por volta das 3h30, quando o veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou.

 

O cantor chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal de Morrinhos. Depois, foi transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Móvel até a capital, Goiânia. Em seguida, foi de helicóptero até o Hugo. Apesar dos esforços para socorrê-lo, Cristiano não resistiu aos ferimentos.

 

Além do cantor e da namorada, que estavam no bando de trás, outras duas pessoas estavam no carro – um dos empresários, Vitor Leonardo, e o motorista de Cristiano. Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos e também foram encaminhados a um hospital na capital. Ainda de acordo com o delegado Jacomelis, motorista que conduzia o veículo passou pelo teste do bafômetro, que não apontou consumo de bebidas alcoólicas.

 

Causa da morte

O cantor Cristiano Araújo teve uma hemorragia interna na região do abdômen, de acordo com o gerente do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia, Marcellus Arantes. “Após o exame necroscópico, pudemos observar que ele foi vítima de uma hemorragia aguda provocada por lesões de grandes vasos abdominais”, afirmou ao G1.

 

Arantes disse que ele também sofreu um traumatismo craniano encefálico, mas, apesar das lesões e do corpo ter sido encontrado fora do veículo, ainda não é possível determinar se o cantor estava sem cinto de segurança. “Só será possível confirmar isso após a finalização do laudo cadavérico, que deve sair daqui a dez dias. Esse documento é complementar ao laudo da perícia feita no local", destacou.

Motorista

 

A Polícia Civil já instaurou um inquérito para apurar as causas do acidente. De acordo com o delegado Fabiano Henrique Jacomelis, responsável pelo caso, o motorista que conduzia o veículo, Ronaldo Miranda, 40, passou pelo teste do bafômetro, que não apontou consumo de bebidas alcoólicas.

 

“Já sabemos que o acidente aconteceu depois que ele perdeu o controle da direção. Agora estamos apurando se ele dormiu ao volante ou se houve algum outro fato que o levou a sair da pista e, consequentemente, capotar”, explicou o delegado ao G1.

 

Jacomelis diz que solicitou um laudo cadavérico das vítimas fatais e uma perícia no local do acidente. As análises devem apontar se elas usavam cinto de segurança no momento do acidente. “O cantor e a namorada foram arremessados para fora do veículo, sendo assim, os indícios apontam que eles não usavam o cinto de segurança. Mas isso só será comprovado com o resultado dos laudos”, ressaltou.

 

Agora, a polícia aguarda o resultado dos laudos e deve ouvir os sobreviventes para determinar, de fato, o que provocou o acidente.

 

 

 

G1

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário