25/08/2012 - Polícia Militar de Nova Xavantina controla rebelião e transfere presos de alta periculosidade

 

Na manha desta quinta-feira, a 3º Cia PM de Nova Xavantina reprimiu uma rebeliao de presos na cadeia publica de Nova Xavantina. Os internos atearam fogo a colchões e outros objetos inflamáveis e se negavam a sair das celas para a revista em virtude de denuncias de que na cadeia haviam celulares que estariam sendo utilizados pelos internos para das continuidade a sua lide criminosa de dentro da cadeia.

 

Após a chegada da PM e a negociação que culminou com a saída de todos os presos e com a revista em todas as celas, foram localizados 02 (dois) aparelhos celulares com carregadores e chips de celular nas celas.

Segundo o 1º Sgt Cristiano, que comandou a revista na cadeia, os presos reclamavam por mais espaço e por melhores instalações.

 

A tentativa frustrada de rebelião acontece em uma época naqual fugiram mais de 20 (vinte) presos na capital do estado, ação em que os criminosos explodiram os muros do presídio e auxiliaram os internos em sua fuga espetacular.

Após a revista, os presos tiveram seu banho de sol garantido como parte do acordo mantido entre os negociadores e a liderança da cadeia.

 

TRANSFERÊNCIA

 

Após a rebelião, a Polícia Militar pediu a transferência de oito meliantes para a penitenciária da Mata Grande, onde foi aceito e ainda nesta sexta-feira, 24, foram transferidos Agnaldo Pereira Lima, Gladston Almeida, Glênio César Muller, Marcelo Oliveira Arruda, Iraja Ramos Neves, Wanderson Gomes Silva, Jacson Rossi e Eduardo Marques Ferreira.

Entre eles, estão vários meliantes que estavam aterrorizando a cidade com assaltos e furtos. 

 

Redação NotíciasNX

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário