25/09/2015 - Foragido da Operação Metástase estaria em hospital

As 21 pessoas presas pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), acusadas de participação em fraude de desvio de recursos públicos, continuam sendo ouvidas nesta quinta-feira (24), na sede da Promotoria do Ministério Público do Estado (MPE), em Cuiabá. Foram 22 mandados de prisão, sendo que uma pessoa continua foragida. Desses, 2 são empresários e o restante servidores ou ex-servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL/MT).

A operação denominada por "Metástase" tem a finalidade de descobrir os líderes do desvio de mais de R$ 2 milhões, destinados à antiga verba de suplementos, utilizada nas compras do dia a dia dos gabinetes. De acordo com o Gaeco, o esquema funcionou entre os anos de 2011 e 2014, por meio de compras fictícias. As investigações começaram depois de provas obtidas durante a Operação Ararath, há cerca de 5 meses, conforme o promotor Marco Aurélio de Castro.

Os promotores do Gaeco não revelaram qual a participação de cada pessoa no esquema, mas todos tiveram prisão temporária, válida por cinco dias, decretada pela Justiça. 

Acompanhe em tempo real

18h00- Encerrado os depoimentos nesta quinta-feira. Ninguém do Gaeco falou com a imprensa ao fim dos relatos. Para a manhã desta sexta-feira (25) será ouvida Maria Helena Ribeiro Ayres Caramelo e as 14h quem presta esclarescimento é Hilton Carlos da Costa Campos. 

16h25 -  Advogado de Odnilton Gonçalo Carvalho Campos, considerado foragido da Justiça, apresenta documentação, comprovando que seu cliente foi operado da vesícula e se encontra em recuperação em um hospital. Ele quer garantia de que "receberá o tratamento correto" e afirma que está disposto a prestar todos os esclarecimentos. Odnilton é motorista da deputada estadual Janaina Riva (PSD).

15h55 - Talvany Neiverth encerra depoimento e seus advogados acreditam que será liberado ainda hoje.

14h10 - Depoimentos são retomados pelo Gaeco.

12h40 - Eduardo Mahon, advogado de Tânia Figueira, enfatiza que a sua cliente prestou todos os esclarecimentos e demonstrou com muita clareza que não fazia gestão de nenhum dinheiro que era destinado a qualquer coisa ilícita. Já não tinha mais cargo de confiança e quando tinha não era de gerência e nem de comando na Assembléia Legislativa. "O depoimento dela foi muito tranqüilo, pois a minha cliente comprovou que nunca fez uso do dinheiro em benefício dela. Ela está sendo investigada por um eventual desvio de verba, mas não sabemos se ela será acusada. Tânia não faz mais parte da AL desde quando o Guilherme Maluf assumiu a Mesa Diretora. Nós iremos entregar a declaração do imposto de renda dela aqui no Gaeco para ficar comprovado que ela não tinha nenhuma participação no esquema", afirmou.

12h04 - Marco Aurélio disse que só depois do almoço terá um balanço de quem será liberado hoje.

12h - Maria Hlenka Rudy está sendo ouvida pelos promotores e delegados do Gaeco que dão continuidade as oitivas.

11h57 - Laís Marques, Felipe José e Willian Moraes acabaram de depor e estão sendo reencaminhados para as celas.

10h47 - Marco Aurélio não descarta a possibilidade de mais envolvidos no esquema e de novas prisões.

10h46 - O coordenador do Gaeco, Marco Aurélio Castro, relata que os envolvidos eram orientados para proteger o esquema. Mas ontem após efetuado os mandados de prisão resolveram falar sobre o esquema. "Havia corrupção e com isso queremos descobrir quem são os líderes pela fraude. Antes como os depoimentos eram marcados os envolvidos eram orientados pelos mandantes e não falavam nada. Mas, como foram pegos de surpresa acabaram confessando o esquema. As pessoas que foram liberadas ontem fazem parte do esquema, mas elas não ficavam com o dinheiro", afirmou.

10h24 -  Tania Figueira, Laís Marques, Felipe José, Willian César de Moraes foram encaminhados para a sala do Gaeco para depor. 

10h08 - Os 9 envolvidos que chegaram esta manhã para depor serão ouvidos individualmente na sala do Gaeco.

9h45 - Rodrigo Pouso Miranda que é advogado de Hilton Carlos da Costa Campos disse que seu cliente só irá depor na sexta-feira (25) a partir das 14h.

9h11 - Mais 9 envolvidos chegaram para depor na sede da Promotoria do Ministério Público do Estado, são 6 homens e 3 mulheres. Entre eles estão, Agenor Jácomo Clivanti Júnior, Frank Antônio da Silva, Felipe José Casaril, Tânia Mara Arantes Figueira, Laís Marques de Almeida e Maria Hlenka Rudy.

8h27 - O Gaeco informou que ontem foram ouvidas e liberadas seis pessoas, entre elas estão: Marisol Castro Sodré, Leonice Batista Oliveira e José Paulo Fernandes de Oliveira,Ana Martins de Araújo Pontelli,Vinicius Prado Silveira e João Luquesi Alves.

8h - A servidora exonerada Tânia Mara Arantes Figueira deve ser ouvida a partir das 9h desta quinta-feira (24).

 Lista de presos e liberados após depoimentos

01 - Laís Marques de Almeida
02 - Ana Martins de Araújo Pontelli - liberada
03 - Atail Pereira dos Reis
04 - Frank Antônio da Silva
05 - Marisol Castro Sodré - liberada
06 - Leonice Batista Oliveira - liberada
07 - Mário Márcio da Silva Albuquerque
08 - Maria Hlenka Rudy
09 - Felipe José Casaril
10 - Willian César de Moraes
11 - Geraldo Lauro
12 - José Paulo Fernandes de Oliveira - liberado
13 - João Luquesi Alves - liberado
14 - Sérvio Túlio Migueis Jacob
15 - Agenor Jácomo Clivanti Júnior
16 - Tânia Mara Arantes Figueira
17 - Hilton Carlos da Costa Campos
18 - Talvany Neiverth
19 - Maria Helena Ribeiro Ayres Caramelo
20 - Vinicius Prado Silveira - liberado
21 - Abemael Costa Neto

Foragido

1 - Odnilton Gonçalo Carvalho Campos

 

Janaiara Soares e Jéssica Moreira, do GD

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário