25/10/2014 - Museu de Mato Grosso terá sarau em homenagem ao artista Liu Arruda

Exposição em Cuiabá mostra a trajetória do humorista mato-grossense. Liu Arruda morreu há exatos 15 anos, em 24 de outubro de 1999.

 

O Museu Histórico de Mato Grosso vai realizar nesta sexta-feira (24) um sarau em homenagem ao humorista Liu Arruda, que morreu há exatos 15 anos, em Cuiabá. Quem comparecer ao sarau também poderá conferir a Exposição Liu Arruda, com figurinos usados pelo artista, fotos e vídeos dele, e depoimentos de pessoas que conviveram com o humorista. O sarau será na cafeteria localizada no interior do Museu Histórico de Mato Grosso. Já a exposição pode ser visitada até o dia 26 de outubro, com entrada gratuita.

Liu Arruda nasceu em Cuiabá, em 1957, e estudou comunicação social no Rio de Janeiro. Na década de 80, retornou à capital mato-grossense e começou a trabalhar como ator e professor. No teatro, realizava espetáculos com personagens caricatos retratando figuras singulares da cuiabania. O auge da carreira de Liu foi na década de 90 quando lotava teatros e bares de Cuiabá falando, sempre de forma irônica e debochada, do linguajar e tradições dos mato-grossenses.

Comadre Nhara, a mais conhecida personagem, era uma mulher cuiabana que vivia 'espiando' as pessoas pela janela de casa. Juca retratava o homem cuiabano e Liu Arruda dizia ter se inspirado no próprio pai para compor o personagem. Sinhá Dedê era uma empregada doméstica que ficou conhecida depois que Liu apresentou diversos comerciais na televisão caracterizado como Dedê. Com uma peruca loira, Liu se travestia de Ramona, uma garota cuiabana que queria fazer tudo para estar na moda. Já Gladstone era um hippie hilário criado pelo artista.

No final dos anos 90, Liu adoeceu e a saúde piorou ainda mais quando contraiu uma infecção depois de fazer uma lipoaspiração. Queria estar em forma para encarnar a personagem Ramona nos palcos. Ele foi internado e morreu no dia 24 de outubro de 1999.

Homenagem
Ao percorrer as salas e corredores do Museu Histórico de Mato Grosso, os visitantes podem conhecer um pouco do “glossário cuiabanês”, com expressões usadas pelos personagens desbocados de Liu Arruda. Os figurinos de alguns dos personagens também estão em exposição. São peças que foram doadas pela família ao Museu de Imagem e do Som de Cuiabá (Misc), emprestados para a homenagem.

A exposição Liu Arruda tem ainda obras do artista plástico Régis Gomes retratando os principais personagens.

O Museu Histórico de Mato Grosso está localizado na Praça da República, no Centro de Cuiabá, e funciona das 9h às 19h. Aos domingos, abre das 9h às 12h.

 

Do G1 MT