25/111/2013 - Gestor é penalizado por falhas e Prefeitura de Serra Nova Dourada deve aprimorar controle interno

Foram julgadas regulares com determinações legais as contas anuais de gestão da Prefeitura de Serra Nova Dourada. O Tribunal de Contas de Mato Grosso analisou o processo referente ao exercício de 2012, gestão de Valdivino Carmo Cândido, na sessão ordinária do dia 12 de novembro.

O prefeito, Valdivino Carmo Cândido foi multado em 47 UPF e terá que restituir aos cofres públicos municipais o valor correspondente aos gastos por atraso no pagamento das seguintes contas: R$ 1.447,41 (Rede Cemat); R$ 1.004,08 (telefonia); e R$ 145,92 (atraso no recolhimento do Pasep).

 

Servidores e secretário também foram responsabilizados pelas falhas na gestão. O secretário de Obras, Gilson Carmo Cândido foi multado no valor total correspondente a 11 UPF devido à ineficiência dos procedimentos de controle dos sistemas administrativos. O presidente da Comissão de Administração dos Bens Patrimoniais da Prefeitura, José Aurélio Aguiar Brito foi multado em 5 UPF devido às divergência entre os registros contábeis e a existência física dos bens. E o responsável pelo envio de informações ao sistema APLIC, Adriano Moreira de Campos recebeu multa de 11 UPF também por divergência entre as informações enviadas por meio eletrônico e as constatadas pela equipe técnica.

 

O conselheiro substituto e relator do processo, Luiz Henrique Lima determinou à atual gestão que aprimore o planejamento e o controle interno para que as falhas não se repitam.

 

Eldoradofm 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário