26/02/2014 - Baiano Filho se reúne com reitora e defende implantação do Campus Araguaia

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Maria Lúcia Cavalli recebeu nesta terça-feira, 25.02, o deputado Estadual Baiano Filho (PMDB) e o presidente da Associação dos Municípios do Norte Araguaia (AMNA) Gaspar Domingos Lazari para discutir a possibilidade de instalação de um campus no Norte Araguaia.

Segundo Cavalli, é aguardada a confirmação de uma agenda para o mês de março entre a presidente Dilma Rousseff e os reitores das universidades federais para debater a política de expansão das instituições. A reitora reforça que apesar de deter autonomia sobre a criação de novos cursos, as instituições acabam engessadas por não terem competência para a criação de cargos, inviabilizando a contratação de técnicos e professores. A ampliação de cargos depende da aprovação de lei pelo Congresso Nacional.

No encontro, os reitores defenderão a reedição do REUNI (Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais). Encerrado em 2012, o programa adotou uma serie de medidas para retomar o crescimento do ensino superior publico, criando condições para a expansão física, acadêmica e pedagógica da rede federal. Entre as principais ações, a ampliação de vagas nos cursos, a ampliação da oferta de cursos em período noturno e o combate a evasão.

Caso a presidente Dilma Rousseff sinalize pela ampliação das universidades, Mato Grosso poderá vislumbrar a abertura gradativa de até 10 novos campus da UFMT. Nessa perspectiva, a região Araguaia está entre os três primeiros pólos prioritários para expansão da universidade. Segundo a reitora, está sendo definida uma visita técnica a alguns municípios do Araguaia. A densidade populacional da região e o número de alunos matriculados no ensino médio são critérios essenciais para a instalação de um novo campus.

“Nós [classe política] estamos nos colocando a disposição da universidade federal para fortalecermos a pauta junto a presidente Dilma, independente do município que será definido como sede, nós estamos para reforçar a necessidade da região, e vamos nos empenhar para que mais essa barreira seja superada no Araguaia”, defendeu Baiano Filho.      

 
Naiara Martins

Comentários

Data: 26/02/2014

De: lulu

Assunto: baiano feio

este gaúcho ai e paga pau do baiano kkkk

Novo comentário