26/05/2012 - Empresário pagou R$ 5 mil para dupla executar Maiana

 

O empresário Rogério Silva Amorim, 38 anos, teria pagado R$ 5 mil aos dois assassinos que confessaram matar a estudante Maiana Mariano, 16 anos, de acordo com a delegada Anaíde de Barros, que comandou as investigações. 

De acordo com Barros, um exame preliminar de arcada dentária atesta, com 80% de precisão, que os restos mortais encontrados hoje são mesmo da jovem, que tinha um relacionamento amoroso com o mandante, Rogério Silva Amorim. A jovem estava desaparecida desde o dia 21 de dezembro do ano passado e o corpo foi encontrado na manhã desta sexta-feira (25).

Segundo a Polícia Civil, Paulo Ferreira e Carlos Alexandre Nunes da Silva teriam recebido R$ 2,5 mil cada um pelo assassinato da menor. O corpo de Maiana foi localizado nesta manhã em um matagal na região da Ponte de Ferro, Coxipó do Ouro.

Paulo e Carlos confessaram serem os autores do assassinato e conduziram os policiais civis ao local onde haviam enterrado o corpo. Paulo chegou a afirmar que teria um relacionamento amoroso com a jovem, mas, de acordo com as investigações, ele teria apenas sido contratado para matá-la.

A armadilha que culminou na morte da jovem teria sido arquitetada pelo empresário e a esposa Calisângela de Morais, 36 anos. No dia do crime, Rogério pediu que Maiana pagasse o caseiro de uma chácara, mas no local a adolescente foi assassinada por Paulo.

 

Fonte: Julia Munhoz/ Lucas Bólico

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário