26/05/2014 - Acusado de latrocínio é preso e tem crise de riso na delegacia

A Polícia Civil prendeu sexta-feira (23) o jovemManoel Inácio Virgilio Ferreira, 22 anos, um dos envolvidos no latrocínio do aposentado Francisco Ferreira Matos, o Chico Viola, 69 anos, que foi morto asfixiado com uma sacola plástica durante um roubo em Barra do Garças, no dia 12 de maio.

Manoel estava escondido numa casa na estrada de acesso a Voadeira onde foi preso pela equipe de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças. Durante apresentação do acusado, Manoel agiu com ironia rindo e debochando dos repórteres durante a entrevista. Ele não parava de ri e quando era perguntado sobre o crime ele perguntava se alguém tinha prova contra ele e caiu na gargalhada.

O delegado Wilyney Borges Santana disse que ele confessou o crime dizendo que colocou uma sacola plástica na cabeça da vítima pra asfixiá-lo com ajuda de um comparsa que está sendo procurado pela polícia. “Ele teve ajuda de outro rapaz que segurou a vítima”, explica o delegado.

Os dois jovens mataram o idoso e levaram duzentos reais que dividiram e na fuga ainda deixaram quarenta reais cair no chão.
“Isso quem fala é o delegado. Alguém aqui tem prova que eu matei o Chico Viola”, comentou Manoel rindo e debochando do trabalha da imprensa.

Segundo a polícia, Manoel conhecia a vítima e sabia o dia que ele recebia a aposentadoria e por isso chamou outro colega para cometer o assalto. Apesar de ter família em Barra do Garças, Chico Viola por opção morava sozinho num quarto de aluguel no Pitaluga.  

 

Por: Olhar direto

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário