26/06/2015 - Taques reúne situação e oposição em busca de uma aproximação

O governador Pedro Taques (PDT) se reuniu, na noite de quarta-feira (25), com 20 dos 24 deputados estaduais. O encontro se deu durante um jantar na casa do secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, no Condomínio Florais, em Cuiabá

A reunião, mediada pelo chefe da Casa Civil, teve como objetivo estreitar o diálogo entre os dois Poderes.

O encontro também serviu para que os parlamentares opinassem sobre os cinco primeiros meses da gestão Taques.

Além disso, ainda estiveram na pauta do encontro as emendas impositivas dos deputados, a próxima Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016 e as CPIs em andamento no Poder Legislativo.

Segundo o deputado Oscar Bezerra (PSB), há vários meses, os parlamentares pediam um encontro informal com o governador.

“Foi um encontro informal, cada deputado teve o direito de falar. Cada um pôde expressar o modo como tem enxergado o primeiro semestre da gestão do governador, o que acha está correto e o que pode ser feito diferente. O governador foi receptivo a todas as falas, atencioso a todas as colocações”, afirmou o deputado.

Para Bezerra, é “impossível” governar um Estado sozinho e é preciso que o encontro com os parlamentares seja frequente.

“Governar sozinho é impossível. Então, atos como esse confirmam que ele tem consciência de que não vai conseguir governar sozinho, depende da Assembleia. Então, nós o parabenizamos e esperamos que isso se repita mensal ou semestralmente, porque a interação é importante”, disse.

Oposição presente

Deputados da oposição como José Carlos do Pátio (SD) e Emanuel Pinheiro (PR) estiveram presentes na reunião.

Apesar de ressaltar a importância do encontro, Pinheiro afirmou ter tido poucas oportunidades de fala.

“Tem que ter mesmo esse momento, esse encontro entre Poderes. Isso é bom para a relação do Poder Legislativo com o Executivo. Mas fui o que menos falou. No que falei, fui sincero, sem perder a elegância. Sempre falo a verdade”, afirmou.

Entre as ausências confirmadas está a do deputado Zeca Viana, presidente regional do PDT, que continua com a relação abalada tanto com o governador quanto com o chefe da Casa Civil, a deputada Janaína Riva (PSD) e o deputado Sebastião Rezende (PR).

 

 

Douglas Trielli 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário