26/08/2013 - Delegado da Polícia Civil é demitido após investigação

O delegado de Arnaldo Agostinho Sottani foi demitido da Polícia Civil por determinação do governador Silval Barbosa (PMDB). O despacho, publicado no Diário Oficial do Estado, é resultado de procedimento administrativo por envolvimento com roubo de gado no interior de Mato Grosso.

O processo foi remetido à Procuradoria-Geral do Estado (PGE), após a Corregedoria da Polícia Judiciária Civil e o Conselho Superior de Polícia entenderam a necessidade da demissão do delegado.

Em abril de 2009, Sottani foi acionado pelo dono de uma fazenda para investigar um roubo de gado. Depois de descobrir que os animais estavam em uma fazenda em Porto Esperidião (326 km a oeste da Capital), o delegado alugou um avião para ir até o local. Sottani teria recebido dinheiro do dono da fazenda para não tomar as medidas cabíveis no caso.

Sottani respondia também outro processo, pelo crime de tráfico de drogas. Em dezembro do ano passado, o juiz Andre Luiz Novaes Miguel, da Comarca de Catalão, em Goiás, absolveu o da acusação. Na sentença, o magistrado considerou que “não existe prova suficiente para uma condenação”. Sottani foi preso em 2010. Na época em que foi detido, o delegado atuava na delegacia de Comodoro (644 km a oeste da Capital

 

Fonte: Gazeta Digital