26/08/2014 - Casa dos Horrores | Júlio é reeleito presidente da Câmara por maioria

O vereador Júlio Pinheiro (PTB) acaba de vencer por maioria absoluta a votação e é reeleito presidente da Câmara Municipal de Cuiabá. A sessão extraordinária acontece na tarde desta segunda-feira (25). A chapa única é composta pelos vereadores: Júlio Pinheiro (presidente), Aroldo Kuzai (SDD - 1º vice-presidente), Toninho de Souza (PSD – 2º vice-presidente), Chico 2000 (PR – 1º secretário) e Onofre Júnior (PSB – 2º secretário).

 

Júlio Pinheiro recebeu 22 votos a favor, duas abstenções (Faissal e Adilson Levante, ambos do PSB). O vereador Oséas Machado (PSC) não compareceu à sessão.

 

Ao final da votação, Júlio Pinheiro agradeceu aos amigos de parlamento e disse que irá contemplar todos os vereadores. Ele disse ainda que a Câmara é o primeiro órgão que apanha em qualquer situação e que continuará administrando a Casa com seu estilo considerado polêmico.



“Graças a Deus estamos fazendo uma gestão de bem, mantendo o salário dos servidores em dia e conseguindo cumprir com o nosso compromisso”, discursou Pinheiro.



Ao término da sessão, quem falou com os jornalistas foi o vereador Toninho de Souza (PSD). Ele disse que a chapa contempla a pacificação da Casa e que agora a Câmara vai passar por uma nova fase e será o fim dos escândalos.



“Em 2015 trabalharemos verdadeiramente, porque nas gestões passadas a Câmara ficou conhecida por escândalos e denúncias e agora o foco é mudar tudo isso”, afirmou o 2º vice-presidente.



Adilson Levante, que se absteve na votação, falou à reportagem que mantem a mesma posição da votação passada e reclamou a forma que as votações de projetos são conduzidas na Casa de Leis. Conforme Levante, os projetos que serão votados chegam horas antes das sessões nos gabinetes para conhecimento de cada vereador.



“Espero que eles tenham essa nova mudança que prometem porque isso eles disseram na gestão passada. Os projetos tem que chegar com antecedência, as pautas chegam sempre no dia da votação. Vereador precisa conhecer o que está votando!”.

 

 Afastamento de Júlio Pinheiro



Na última sexta-feira (22), o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT), em ação por ato de improbidade, pediu o afastamento de Júlio Pinheiro da presidência da Câmara Municipal. O pedido inclui a reeleição do parlamentar. O pedido se embasou na acusação de que Pinheiro teria encaminhado três projetos de lei para sanção do prefeito sem esses terem sido votados em plenário.



Sobre o assunto, o vereador Toninho de Souza afirmou que é “muito estranho” o MPE pedir o afastamento de Júlio Pinheiro dias antes da votação para sua reeleição.

 

 

 

Fernanda Leite e Tarley Carvalho | Redação 24 Horas News 

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário