26/08/2015 - Cantor teria dito a amigos que iria se jogar no Portão do Inferno

O cantor sertanejo Thiago de Almeida Souza, de 31 anos, teria dito a amigos que um dia iria se jogar do Portão do Inferno, no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães (42 km ao Norte de Cuiabá).

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e a hipótese considerada é a de que o rapaz se suicidou no ponto turístico, na terça-feira (18). Thiago fazia dupla sertaneja com o primo Rafael.

Ao MidiaNews, o delegado da Polícia Civil de Chapada dos Guimarães, Diego Martiniano, informou que os familiares e amigos do rapaz prestaram depoimento e disseram que, antes de morrer, ele estava com um quadro grave de depressão.

“Todos os familiares narraram que o Thiago estava em depressão profunda, um quadro bastante grave. Disseram ainda que ele havia manifestado desejo de se matar e, ultimamente, estava com mania de perseguição”, afirmou Martiniano.

“Nos depoimentos, amigos disseram que ele havia afirmado que queria se matar no Portão do Inferno”, completou.

Para a conclusão das investigações do caso, são aguardados os relatórios e os laudos da perícia no local da queda e da necropsia no corpo do cantor.

“Ainda não saiu a perícia oficial, mas, segundo peritos, não havia outras pessoas no local. O médico legista também contou que não havia lesão que indicasse um assassinato. Ao que tudo indica, foi um suicídio”, disse.

Em situação de suicídio, o inquérito será encaminhado ao Poder Judiciário, que deverá arquivar o caso.

Portão do Inferno

Segundo o tenente-coronel Sílvio Santos, do Corpo de Bombeiros, testemunhas disseram que viram o cantor conduzindo um Fiesta Preto em zigue-zague, antes de chegar ao penhasco, na MT-251. 

“Uma testemunha que estava passando pela região viu um carro trafegando em zigue-zague pela MT-251”, disse o oficial

“Quando a pessoa passou novamente pelo local, um tempo depois, viu o mesmo carro parado na rodovia, com a porta aberta, e acionou o Corpo de Bombeiros”, completou.

Ao chegar no local, a equipe localizou o veículo abandonado. Em seguida, avistou o corpo no precipício do Portão do Inferno.

O tenente-coronel contou que a queda do cantor foi de uma altura de aproximadamente 70 metros.

O corpo foi resgatado por volta das 17h do dia 18 de julho, com o apoio do helicóptero da Polícia Militar.

 

 

Vinícius Lemos 
Da Redação

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário